Final do prêmio será nesta terça à noite

Objetivo da iniciativa é reconhecer aquele que contribui para uma sociedade mais solidária

iG Minas Gerais | dayse resende |


Hélio Andrade treina deficientes
FOTO: MOISES SILVA / OTEMPO
Hélio Andrade treina deficientes

O vencedor da categoria Cidadania do Prêmio Bom Exemplo 2014 será conhecido nesta terça à noite, a partir das 19h, em evento realizado em Belo Horizonte. A iniciativa, coordenada pela TV Globo Minas e pela Fundação Dom Cabral, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e do jornal O TEMPO, tem por objetivo reconhecer as pessoas que contribuem para uma sociedade mais solidária. Cinco candidatos indicados pelo público e selecionados pelo júri foram à votação popular. Uma das finalistas é a jornalista Flávia Freitas, que, por meio da “Quinta do Bem” incentiva a doação de medula óssea. O projeto foi criado em 2012, quando a sua prima Ana Paula morreu vítima de leucemia. O irmão de Flávia também foi vítima da doença. Ele faleceu em 1999. Desde então, a jornalista começou a incentivar as mulheres a usarem um lenço na cabeça e os homens, uma fita vermelha no braço. Outro finalista é o aposentado José Paulo Olímpio. Ele plantou um pomar comunitário com diversos tipos de frutas na rua onde mora, no bairro das Indústrias. O local, mais conhecido como “Rua do Pomar”, era usado para acumular entulhos. Aos poucos a área foi adotada pela comunidade. Vizinhos do bairro da iniciativa e ampliaram o projeto. Júlia Macedo, de 9 anos, também concorre ao prêmio. Ela junta anéis de latinhas e troca por cadeiras de rodas, que são doadas. O interesse pela solidariedade na vida da criança surgiu depois que os seus pais doaram dinheiro para a Creche Tia Dolores, em Belo Horizonte. Como agradecimento, alunos da instituição encaminharam uma carta à família, impressa em bonequinhos de papel. Quem também concorre ao prêmio Bom Exemplo de 2014 é o aposentado Otávio de Oliveira Santos, de 68 anos, que há três anos cuida voluntariamente do Parque das Jabuticabeiras, na Via Expressa, no bairro Coração Eucarístico, em BH. Diariamente, ele sai de casa com uma mangueira para regar as plantas nesse período de muito sol. A ação contribui para melhorar o meio ambiente. Além disso, Santos usa as próprias ferramentas para fazer a manutenção dos aparelhos da academia popular. O quinto concorrente é o preparador físico Hélio Ribeiro de Andrade, que descobriu no esporte uma maneira diferente de ajudar o próximo. Há quase quatro anos ele treina uma equipe de rúgbi em cadeiras de rodas. O time Minas Quad Rúgbi está classificado em terceiro lugar nessa modalidade do esporte no Brasil. Outros oito vencedores das categorias Ciência, Cultura, Economia e desenvolvimento de Minas, Educação, Esportes, Inovação, Meio ambiente e Personalidade do ano já foram escolhidos pelo corpo de jurados do Prêmio Bom Exemplo deste ano. Todas elas receberam indicações de parceiros da premiação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave