Você é obra-prima do Senhor!

iG Minas Gerais |

O universo foi feito por Jesus. Ele é a exata representação de Deus. Conhecer Jesus é conhecer Deus. Há muitas imagens de escultura que tentam reproduzir a imagem de Jesus, porém, nenhuma delas o representa. Não há uma representação física de Jesus para nós. É tão interessante que Ele não deixou nenhuma marca. O único lugar que Ele escreveu foi na areia, onde o vento apagou. Isso aconteceu na ocasião em que uma mulher estava para ser apedrejada e Ele a libertou. Jesus é chamado filho de Deus, Ele existe para sempre, é superior aos anjos, mas não é um anjo. Ele é superior a Moisés, é superior ao sumo sacerdote do Antigo Testamento, Ele é Deus para sempre. Ele é a imagem do Deus invisível. Em Colossenses, capítulo 1, verso 17, diz: “Ele é antes de todas as coisas. NEle, tudo subsiste”. Você consegue compreender a grandiosidade de Deus? Do Criador que Ele é? O perfeito funcionamento de um corpo humano, todas as células em harmonia. A gestação na mulher e muito mais são obras do Senhor. Ele capacitou o homem para fazer muitas coisas, mas a vida somente Ele a pode dar. É o milagre da vida! Mas tantas pessoas, infelizmente, não enxergam isso, e a insatisfação delas, principalmente ao que se refere à aparência física, é muito grande. Todos nós, do jeito que somos, somos obras-primas de Deus. Não foram os nossos pais que nos fizeram, foi Deus que nos fez, e isso é grandioso demais, mesmo que a pessoa não tenha o padrão de beleza ditado pelo mundo, ela pode e deve se alegrar, e muito, pois é criação de um Deus perfeito e soberano. Você pode passar por momentos delicados, difíceis, mas precisa saber que como termina é o que conta. Quanto mais conhece Jesus, mais se entende isso. Que você possa perceber que é uma pessoa única, querida, uma obra-prima. Deus não é atrapalhado, desastroso, incompetente, ainda que muitas vezes você possa achar que ele errou em você e acertou no outro. Muitas vezes, você olha somente o avesso, mas o outro lado é muito bonito. Não me canso de contar uma das histórias de quando a Renata estava grávida de Ana Paula. Naquela época, não eram feitas imagens de ultrassom, então, não ficávamos sabendo se seria menina ou menino. Também não tinha enxovais prontos para comprar. Quase tudo era feito e bordado à mão. Pois então, Renata havia comprado uma colcha piquet, e passava dias fazendo bordados nela. A barriga ia crescendo, e Renata bordando. Então, certo dia, ela me mostrou o trabalho e perguntou o que eu achava. Eu não queria ofendê-la, mas estava muito feio, além do que se pode imaginar. Havia nó para todo lado, estava horrível, terrível. Mas como dizer isso a ela? Não podia! E, por isso, respondi: “Está aí!”. Veja que resposta! Porém, o problema não estava no bordado da colcha, mas na forma como eu estava vendo. Olhei o lado avesso da colcha. A linha estava toda cruzada e cheia de nós. E quem já viu o avesso de um bordado sabe o que estou dizendo. Entretanto, do outro lado, que era o correto, tudo estava lindo, muito lindo. Então, esse meu olhar serve para exemplificar os olhares que construímos de nós mesmos em muitas situações. Vemos somente o que há de errado, pensamos que o fato de mudar de país mudará. Ledo engano, não muda nada! Mas quando temos o olhar de que foi Deus que nos fez, o outro lado é que conta. Por isso, viva a beleza de saber que você é essa obra-prima do criador. Aleluia! 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave