Desembargador Bitencourt Marcondes é eleito presidente do TJMG

Magistrado afirmou que tem três metas a perseguir: implantar o processo eletrônico, gestão otimizada e investimento no aperfeiçoamento dos recursos humanos

iG Minas Gerais | Da redação |

POLITICA - BELO HORIZONTE - MG - 28.04.2014
Votacao de cargos do Tribunal de Justica MG
Na foto , o Presidente do TJMG , Des. Bitencourt Marcondes

FOTO : Marcelo Albert / TJMG
Marcelo Albert / TJMG
POLITICA - BELO HORIZONTE - MG - 28.04.2014 Votacao de cargos do Tribunal de Justica MG Na foto , o Presidente do TJMG , Des. Bitencourt Marcondes FOTO : Marcelo Albert / TJMG

O Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) elegeu nesta segunda-feira (28), o desembargador Pedro Carlos Bitencourt Marcondes para o cargo de presidente do órgão. Depois de eleito, Bitencourt Marcondes afirmou que tem três metas a perseguir: implantar o processo eletrônico, gestão otimizada e investimento no aperfeiçoamento dos recursos humanos. Ele ressaltou que é necessário valorizar magistrados e servidores para que a prestação jurisdicional seja agilizada. Natural de Caçapava, no Estado de São Paulo, Pedro Carlos Bitencourt Marcondes é desembargador do TJMG desde 17 de abril de 2006. O magistrado é formado em Direito pela Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de São Paulo, tem especialização em Direito Público pela Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce e mestrado em Direito Administrativo pela Universidade Federal de Minas Gerais. O desembargador Bitencourt Marcondes ingressou na Magistratura em 1990 e foi juiz de direito nas comarcas de Mantena, Ituiutaba e Contagem e na 2ª Vara de Fazenda Pública e Autarquias na comarca de Belo Horizonte. A partir de 2002, integrou o Comitê Técnico da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef). Antes de ingressar na Magistratura, Bitencourt Marcondes foi promotor de Justiça nas comarcas de Silvianópolis, Mantena, Uberlândia e Belo Horizonte. Foi também professor do curso de graduação de Direito Administrativo e Teoria Geral do Processo, no Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI/BH) e orientador dos 6º, 7º e 8º cursos de Formação Inicial de Juízes Substitutos da Ejef.

Leia tudo sobre: justiçadesembargadoreleitopresidenteTJMGtribunal de justiça