Chile antecipa convocação e 10 se apresentam na sexta-feira

Chamados neste domingo, eles se apresentarão ao técnico Jorge Sampaoli; Campeonato local foi encerrado neste domingo, com o título do Colo Colo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Sampaoli tem feito um bom trabalho no comando da seleção chilena
REPRODUÇÃO/CONMEBOL
Sampaoli tem feito um bom trabalho no comando da seleção chilena

Tendo a missão de tirar Espanha ou Holanda na fase de grupos se quiser avançar até as oitavas de final da Copa, o Chile decidiu antecipar a convocação de dez jogadores visando o Mundial. Chamados neste domingo, eles se apresentarão ao técnico Jorge Sampaoli já na próxima sexta-feira, dia 2 de maio.

Todos os 10 convocados atuam no futebol chileno, que teve seu campeonato nacional encerrado neste domingo, com título do Colo Colo. Só Universidad de Chile (12.ª colocada no Chileno), Universidad Católica (vice-campeã), O'Higgins (quarto colocado) e Unión Española (nona) tiveram jogadores convocados.

O Unión Española, porém, ainda joga a Libertadores e pode avançar às quartas de final. Na quarta, recebe o Arsenal de Sarandí, tendo empatado em 0 a 0 na Argentina. A Federação Chilena, porém, não explicou se liberará os jogadores do Unión, que não tem a obrigação, perante a Fifa, de disponibilizar seus atletas à seleção desde já.

Na pré-lista do Chile estão três goleiros: Johnny Herrera (Universidad de Chile), Paulo Garcés (O'Higgins) e Cristopher Toselli (Universidad Católica). Um deles deverá ser cortado, uma vez que o titular é Claudio Bravo, da Real Sociedad.

Isso indica que Sampaoli ainda realizará cortes e que os jogadores convocados neste domingo não necessariamente estarão na Copa. Todos os atletas listados, porém, já vinham sendo chamados pelo treinador.

A convocação tem ainda três defensores - José Rojas (Universidad de Chile), Enzo Andía (Universidad Católica e Marcos González (Unión Española, ex-Flamengo) -, um meia - José Pedro Fuenzalida (Colo Colo), e dois atacantes: Esteban Paredes (Colo Colo) e Gustavo Canales (Unión Española).

A base do time chileno, porém, joga fora do país. Entre os nomes que devem estar na lista final estão Arturo Vidal, Mauricio Isla (Juventus), Alexis Sánchez (Barcelona), Vargas (Valencia) e Federico Fernandéz (Fiorentina). Do futebol brasileiro podem ser chamados Valdivia (Palmeiras), Mena (Santos) e Aránguiz (Inter).