Villarreal bane para sempre torcedor que atirou banana a Daniel Alves

No comunicado divulgado nesta segunda, equipe espanhola também fez questão de condenar a atitude de seu aficionado

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Diante da enorme repercussão que gerou o caso de racismo contra o brasileiro Daniel Alves, a diretoria do Villarreal agiu rápido e se pronunciou nesta segunda-feira. Um dia depois de uma banana ser atirada no gramado quando o lateral do Barcelona bateria um escanteio, o clube revelou que identificou o torcedor responsável pelo ato e o baniu para sempre das partidas da equipe em casa, no estádio El Madrigal.

"O Villarreal quer comunicar que lamenta e condena profundamente o incidente ocorrido durante o jogo de ontem contra o Barcelona, no qual um fã lançou um objeto no campo do El Madrigal. Graças às forças de segurança e à assistência da torcida amarela, o clube já identificou o autor e decidiu cancelar seu carnê para a temporada, banindo permanentemente seu acesso ao estádio", dizia o comunicado, sem revelar a identidade do torcedor.

No segundo tempo do confronto entre Villarreal e Barcelona, Daniel Alves foi surpreendido com o lançamento de uma banana no gramado. O lateral, então, mostrou desenvoltura para pegar a fruta e comê-la. A atitude repercutiu no mundo todo e prontamente personalidades do esporte apoiaram o brasileiro, inclusive postando fotos nas redes sociais comendo uma banana.

No comunicado divulgado nesta segunda, o Villarreal também fez questão de condenar a atitude de seu torcedor. "Uma vez mais, nosso clube gostaria de expressar seu firme compromisso em promover o respeito, igualdade, esportividade e jogo justo dentro e fora de campo, além da absoluta rejeição de qualquer ato contrário a esses princípios, como violência, discriminação, racismo e xenofobia."