Dilma elogia Daniel Alves e volta a criticar racismo

Daniel Alves comeu banana atirada no gramado durante o jogo entre Villarreal e Barcelona

iG Minas Gerais | agência estado |

Dilma anuncia a construção de corredores em Salvador
RobertoStuckerthFillho/PR
Dilma anuncia a construção de corredores em Salvador

Lateral-direito do Barcelona e da seleção brasileira, Daniel Alves ganhou o apoio da presidente Dilma Rousseff nesta segunda-feira. Através de sua conta no Twitter, Dilma elogiou a atitude do jogador e voltou a prometer o combate ao racismo durante a Copa do Mundo.  "O jogador @DaniAlvesD2 [perfil de Daniel Alves no Twitter] deu uma resposta ousada e forte ao racismo no esporte. Diante de uma atitude que infelizmente tem se tornado comum nos estádios, @DaniAlvesD2 teve atitude", elogiou a presidente. Dilma se referiu à reação do atleta diante do ato discriminatório. Durante jogo do Barcelona contra o Villarreal, na casa do rival, Daniel Alves se preparava para cobrar um escanteio quanto um torcedor atirou uma banana em sua direção. Sem se abalar, o lateral buscou a fruta do chão, comeu um pedaço e fez a cobrança normalmente na área.  A atitude inesperada gerou forte repercussão nas redes sociais assim que Neymar, companheiro do lateral no Barcelona e na seleção, postou foto com uma banana e o tópico #somostodos macacos. Imediatamente, o atacante ganhou o apoio de outros jogadores, celebridades e seguidores na internet. "Em seu apoio, @neymarjr [Neymar] lançou a campanha #somostodosmacacos para mostrar que temos todos a mesma origem e que nada nos difere, a não ser nossa tolerância com o outro", destacou Dilma Rousseff, lembrando que o combate ao racismo será um dos lemas do Mundial. "O Brasil na #CopaDasCopas levanta a bandeira do combate à discriminação racial #CopaContraORacismo. Vamos mostrar que nossa força, no futebol e na vida, vem da nossa diversidade étnica e dela nos orgulhamos. #CopaSemRacismo", ressaltou a presidente.

Leia tudo sobre: daniel alvesdilmaracismobanana