'Desfalcada', delegação do Galo chega a Confins sem apoio e cobranças

Atletas mostraram confiança em permanecer na Libertadores; Levir, Victor, R10, Otamendi, Jô, Emerson e Donizete não vieram para BH

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Alexandre Kalil desembarcou em BH após ver de perto derrota do Galo para o Grêmio
Joao Godinho/O Tempo
Alexandre Kalil desembarcou em BH após ver de perto derrota do Galo para o Grêmio

Após a derrota deste domingo, por 2 a 1, para o Grêmio, em Porto Alegre, o time do Atlético desembarcou na manhã desta segunda-feira, em Confins. Apesar do momento ruim que vive a equipe alvinegra, que não vence há quatro partidas e corre sério risco de ser eliminada nas oitavas de final da Libertadores, não apareceram torcedores cobrando uma nova postura dos atletas. Mas também não houve apoio.

Apenas alguns curiosos que transitavam pelo local tiraram fotos dos jogadores. A tristeza ficou evidente no rosto dos atletas. Vários deles, inclusive, evitaram de falar com a imprensa.

No entanto, os poucos que conversaram com os jornalistas deixavam claro que por trás do abatimento está a confiança de obter a classificação às quartas de final da Copa Libertadores.

Nesta quinta-feira, o Galo precisa vencer por, no mínimo, dois gols de diferença, o Atlético Nacional-COL, no Independência, para ficar com a vaga. Outra opção é ganhar por 1 a 0 e superar o oponente na decisão por pênaltis. No primeiro duelo, os colombianos ganharam por 1 a 0.

Para isso, os atletas contam com o apoio da Massa, na Arena do Horto. “Vai ser importante para o nosso objetivo que é classificar. A gente sabe que a torcida é muito importante, como foi no ano passado. Esperamos absorver a energia do torcedor e, com essa energia e a nossa força em campo, poder reverter esse placar adverso”, disse o zagueiro Leonardo Silva.

Na manhã desta segunda-feira, desembarcaram em Confins o goleiro Giovanni, o lateral-direito Alex Silva, os zagueiros Edcarlos, Réver e Leonardo Silva, os volantes Claudinei, Pierre e Rosinei, e os atacantes Guilherme, Fernandinho, Diego Tardelli e Marion, além do presidente Alexandre Kalil e do diretor de futebol Eduardo Maluf.

Já o técnico Levir Culpi, o goleiro Victor, o zagueiro Otamendi, o lateral-esquerdo Emerson Conceição, o volante Leandro Donizete, o meia Ronaldinho e o atacante Jô não vieram com a delegação. Eles vão passar a folga desta segunda-feira em outras cidades.

O time se reapresenta na Cidade do Galo na tarde desta terça-feira. Será o primeiro treino comandado por Levir Culpi, em seu retorno ao clube, no CT.