COPA 2014 Aprender no Brasil para brilhar em casa

Sob o comando do italiano Fabio Capello, Rússia quer colher lições no Brasil para uma Copa impecável em casa

iG Minas Gerais | VICTOR MARTINS |

O Craque Roman Shirokov Volante 32 anos- FC Krasnodar-RUS
Nikolai Alexandrov/ap
O Craque Roman Shirokov Volante 32 anos- FC Krasnodar-RUS

De olho na Copa de 2018: é assim que a Rússia vem ao Brasil para jogar o Mundial de 2014. País-sede da próxima edição do torneio, os russos já se prepararam para fazer bonito daqui a quatro anos, tanto que o contrato do técnico Fabio Capello já foi renovado.

Os russos chegam ao Brasil com uma seleção competitiva, mas ainda longe de sonhar com uma grande campanha, como foi em 1966, quando chegaram entre os quatro primeiros colocados. Mas, passar de fase é bem possível diante de um grupo que se apresenta com a Bélgica como principal favorita.

Capello é a grande aposta para a Rússia ser forte daqui a quatro anos e não cair na primeira fase agora. O técnico italiano tem experiência, já comandou grandes clubes europeus e, na última Copa do Mundo, esteve à frente da Inglaterra, eliminada nas quartas de final, depois de ter um gol legal validado pela arbitragem.

“A Bélgica foi uma boa surpresa nas Eliminatórias Europeias, com jogadores jovens e bons. No grupo, a equipe mais forte entre os adversários é a Bélgica. Estou feliz com as cidades onde vamos jogar. Temos que estar tranquilos na nossa base”, ressaltou Capello. A Rússia vai jogar em Cuiabá, Rio e Curitiba. Passar de fase e dar rodagem aos mais novos: isso já terá sido o suficiente para os russos, por 2018.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave