Bairro de Taiobeiras ficou até 15 dias sem água

Na época, o bairro precisou ser atendido por caminhões-pipa

iG Minas Gerais | Johnatan Castro |

Garoto Leonardo, de 7 anos, vive com a família em um sítio na cidade de Berizal . Mesmo estando as margens do rio Pardo plantações de mandioca milho e feijão da família se perderam nos últimos anos . FOTO: DANIEL DE CERQUEIRA/O TEMPO. 10/04/2014.
DANIEL DE CERQUEIRA
Garoto Leonardo, de 7 anos, vive com a família em um sítio na cidade de Berizal . Mesmo estando as margens do rio Pardo plantações de mandioca milho e feijão da família se perderam nos últimos anos . FOTO: DANIEL DE CERQUEIRA/O TEMPO. 10/04/2014.

Não é só a zona rural do Alto Rio Pardo – microrregião do Norte de Minas – que sofre com a seca. Moradores do bairro Planalto, na parte alta de Taiobeiras, contam que em junho do ano passado faltou água por 15 dias seguidos. Na época, o bairro precisou ser atendido por caminhões-pipa.

“Se parar de chover por uns dez dias, já falta água. Sempre ficamos até três ou quatro dias sem”, diz o pedreiro Antônio de Souza, 57. Ele precisou comprar uma caixa d’água de mil litros para aumentar a reserva do líquido nos períodos mais críticos.

No fim de uma tarde, a servidora pública Luciene Francisca Santos, 54, varria a calçada de casa, prática comum na cidade, onde moradores evitam gastar a pouca água disponível. “Aqui falta água uma vez por semana, e quase todos os dias no período mais seco. A água só vem à noite e é muito barrenta”.

Veja multimídia com personagens da barragem

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave