Corrida movimentou o domingo

Objetivo da iniciativa do jornal é utilizar o esporte como forma de inclusão social

iG Minas Gerais | dayse resende |

Aquecimento. Antes da largada das provas, às 8h30, atletas fizeram um aquecimento na praça da Paz Celestial, no bairro Lagoa
FOTO: Athos Souza / Divulgacao
Aquecimento. Antes da largada das provas, às 8h30, atletas fizeram um aquecimento na praça da Paz Celestial, no bairro Lagoa

O bairro Lagoa, na Regional Venda Nova, em Belo Horizonte, recebeu neste domingo a segunda edição do Circuito pela Paz, Corrida na Comunidade, deste ano. Os moradores ficaram animados com o evento, que é realizado pelo jornal Super Notícia, com o apoio da prefeitura local, do Governo de Minas Gerais, da Assembleia Legislativa e da Copasa, e tem o objetivo de utilizar o esporte como forma de inclusão social. Cerca de 600 atletas, amadores e profissionais, participaram das provas de 1 km e 5 km. Esse é o caso da funcionária pública Maria Eliza Marangon, de 49 anos. Há apenas quatro meses correndo esporadicamente junto com o seu namorado Kleber Alves de Limas, ela ficou em 1° lugar pela comunidade. “Participar de uma prova profissional e ficar em 1° lugar é muito bom. Sem dúvida, será um grande incentivo para as próximas competições”, disse. Na avaliação de Maria Eliza, a corrida é um dos esportes mais democráticos. “O bom desempenho na prova depende exclusivamente do atleta. Basta apenas que ele tenha disciplina”. Ela ainda completou: “O Super Notícia está de parabéns pela iniciativa. Esse evento supera todas as diferenças. É uma festa pela paz e pela igualdade”, enfatizou. Apesar de estar acostumado a caminhar horas, diariamente, o carteiro Emerson Lopes Pereira, de 37 anos, que ficou em 3° lugar na prova de 5 km correndo pela comunidade, contou que teve dificuldade em vencer os morros. “As subidas exigiram mais fôlego e resistência. Mas estou muito feliz com o resultado. Minha família, que também foi me prestigiar, adorou a festa”, disse. O corredor da equipe do Cruzeiro, João Marcos Fonseca, mais conhecido como João Gari, que venceu todas as edições do circuito até então, também marcou presença no evento. Há quatro anos ele correu pela primeira vez, em um evento em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, por causa do prêmio. Gari tinha um sonho: comprar uma televisão para o seu filho. “Trabalhando como gari, não tinha condições de presentear o meu filho. Foi então que corri pela primeira vez, para ganhar o dinheiro. Desde então, não parei mais. Hoje o atletismo é minha paixão. Valeu a pena não desistir do sonho”, frisou. A sua esposa, a atleta Helena Pereira Anunciação, que também corre pelo Cruzeiro, ficou em 1° lugar na categoria profissional na prova de 5 km.  Incentivo. Crianças e adolescentes de 8 a 15 anos também tiveram espaço no evento e puderam correr na prova de 1 km. A concentração foi na praça da Paz Celestial, a partir das 8h30. No local foi montada uma arena, que contou com uma infraestrutura especial para a ocasião, com vestiários, guarda-volumes, água, frutas e a medalha de participação para todos aqueles que completaram as provas.

Premiação Incentivo. O primeiro colocado de cada categoria por faixa etária foi premiado com R$ 100 em dinheiro. Também foram premiados os três primeiros colocados dos sexos masculino e feminino.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave