Moradores do Pavãozinho manifestam no Rio contra morte de dançarino

Polícia Militar deslocou grande número de viaturas para as proximidades do protesto, mas evitou intervir

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Moradores do Morro do Pavão-Pavãozinho promovem neste domingo (27) uma manifestação na Praia de Copacabana para lembrar o dançarino Douglas Rafael da Silva, o DG, morto no dia 22 deste mês, durante um tiroteio no alto da comunidade. No mesmo dia, também morreu o jovem Edilson Silva, de 27 anos, conhecido como Mateuzinho.

Durante a manifestação, a técnica de enfermagem Maria de Fátima da Silva, mãe de DG, agradeceu a todos pela presença e pediu mais respeito pelos moradores de comunidades.

Ela entrou no meio da roda formada pelos manifestantes empunhando um surdo. A cada batida que ela dava no instrumento, as pessoas gritavam DG. Os moradores trouxeram faixas e cartazes com frases contra a violência policial e lembrando o nome de outras pessoas mortas em situações semelhantes. A Polícia Militar deslocou grande número de viaturas para as proximidades do protesto, mas evitou intervir na manifestação que, por enquanto, é pacífica.

Com Agência Brasil 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave