Cruzeiro quer acabar com jejum

Desde 2004, time mineiro não consegue vencer o São Paulo pelo Brasileiro em seus domínios

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Grande fase. Nem Everton Ribeiro, que se destacou no Brasileiro passado, conseguiu ajudar o Cruzeiro a vencer o São Paulo em casa
DENILTON DIAS / O TEMPO
Grande fase. Nem Everton Ribeiro, que se destacou no Brasileiro passado, conseguiu ajudar o Cruzeiro a vencer o São Paulo em casa

Cruzeiro e São Paulo farão um duelo de gigantes, neste domingo, às 16h, em Uberlândia, entre dois clubes considerados copeiros e sempre favoritos aos títulos que disputam, mas que passam por momentos distintos. O clube celeste é o atual campeão brasileiro e forte candidato à conquista do tetra. A agremiação paulista ainda busca se firmar, após brigar para não cair em 2013 e ser eliminado precocemente no Paulistão de 2014, pelo Penapolense, nas quartas de final.

Além disso, os times colocam a rivalidade à prova. Os mineiros querem encerrar o jejum de dez anos sem vitória contra o tricolor quando atuam como mandantes no Brasileirão. Os paulistas são uma pedra no sapato celeste e foram os responsáveis por encerrar, em 2013, uma invencibilidade de 21 jogos da Raposa no Mineirão.

Portanto, a promessa é de um grande jogo entre as duas equipes neste domingo, no Parque do Sabiá, pela segunda rodada da disputa nacional. O embate vale ainda o segundo triunfo de ambos e pode representar uma arrancada na competição. O time cinco estrelas venceu o Bahia na estreia, por 2 a 1, enquanto a equipe do Morumbi bateu o Botafogo, por 3 a 0.

Apesar de enfrentar um adversário que vem demonstrando instabilidade em campo, o técnico Marcelo Oliveira descarta qualquer tipo de vantagem. “O São Paulo é forte em qualquer momento, pela camisa, pela tradição, pelo jogadores que têm e, principalmente, pelo técnico. Acho que neste ano o São Paulo melhorou. Eles iniciaram a temporada muito bem, apesar de terem perdido na Copa do Brasil. Estou esperando realmente um jogo muito difícil”, declarou.

Na última partida entre os clubes no estádio do jogo deste domingo, a vitória foi dos paulistas, por 2 a 0, no dia 3 de novembro de 2010, pelo Brasileirão. O treinador lamenta o fato de jogar fora do Gigante da Pampulha, mas vê total condições de a Raposa derrotar o rival e encerrar o jejum de não vencer como mandante o clube tricolor.

“Sair do Mineirão é aspecto de dificuldade, porque somos muito fortes em casa. Em Uberlândia, a torcida do São Paulo pode ser maior. Mas a confiança é a mesma. O Cruzeiro vai procurar atacar sempre, marcar muito, e tenta neutralizar os jogadores criativos e talentosos que o São Paulo têm”, concluiu Marcelo Olivera.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave