Último dia para votar no seu candidato

Premiação será nesta terça, dia 29

iG Minas Gerais | dayse resende |

Flávia Freitas. A jornalista incentiva a doação de medula óssea através de uma página no Facebook
Moisés Silva
Flávia Freitas. A jornalista incentiva a doação de medula óssea através de uma página no Facebook

Termina neste domingo a votação popular pela internet, através do site www.premiobomexemplo.com.br, para a escolha do vencedor da categoria Cidadania do Prêmio Bom Exemplo, coordenado pela TV Globo Minas e pela Fundação Dom Cabral. A premiação, que tem a parceria da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e do jornal O TEMPO, acontece nesta terça, dia 29, em Belo Horizonte. Cinco candidatos indicados pelo público e selecionados pelo júri concorrem ao prêmio neste ano. O objetivo é reconhecer as pessoas que contribuem para uma sociedade mais solidária. Uma das finalistas é a jornalista Flávia Aparecida Gomes de Freitas. Todas as quintas-feiras ela incentiva a doação de medula óssea através de uma página no Facebook, chamada Comunique Bem. O projeto foi criado em 2012, quando a sua prima Ana Paula morreu vítima de leucemia. O irmão de Flávia também foi vítima da doença. Ele faleceu em 1999. Desde então, a jornalista começou a incentivar as mulheres a usarem um lenço na cabeça e os homens, uma fita vermelha no braço na Quinta do Bem. As fotos com os acessórios são encaminhadas a ela pelos fãs e replicadas na internet. Por meio da página no Facebook, a jornalista também indica sites e artigos sobre a doença para que as pessoas possam tirar dúvidas e esclarecer mitos. Outra finalista é a estudante Júlia Fernandes Rodrigues Macedo, de 9 anos, que troca lacres de latinhas por cadeiras de rodas através do projeto Lacre Solidário. O interesse pela solidariedade na vida da criança surgiu depois que os seus pais doaram dinheiro para a Creche Tia Dolores, em Belo Horizonte. Como agradecimento, alunos da instituição encaminharam uma carta à família, impressa em bonequinhos de papel. Em dez meses, a garota já doou quatro cadeiras de rodas a uma creche, a um asilo e a um centro de reabilitação. Quem também concorre ao prêmio Bom Exemplo de 2014 é o aposentado Otávio de Oliveira Santos, de 68 anos, que há três anos cuida voluntariamente do Parque das Jabuticabeiras, na Via Expressa, no bairro Coração Eucarístico, região Noroeste de Belo Horizonte. Diariamente, ele sai de casa com uma mangueira para regar as plantas nesse período de muito sol. A ação contribui para melhorar o meio ambiente. Além disso, Santos usa as próprias ferramentas para fazer a manutenção dos aparelhos da academia popular. O aposentado também incentiva a leitura através da campanha Livro na Cidade. Outra iniciativa que tem dado certo é um evento de confraternização realizado sempre na última sexta-feira do mês de novembro. O quarto concorrente é o preparador físico Hélio Ribeiro de Andrade descobriu no esporte uma maneira diferente de ajudar o próximo. Há quase quatro ele treina uma equipe de rugby em cadeiras de rodas. O time Minas Quad Rugby se reúne três dias da semana e está classificado em 3º lugar nesta modalidade do esporte no Brasil. O projeto é filantrópico e depende de doações. Já o aposentado José Paulo Olímpio, plantou um pomar comunitário com diversos tipos de frutas na rua Dário Faria Tavares, onde mora, em Belo Horizonte. O local, que antes era usado para acumular entulhos, agora é mais conhecido como “Rua do Pomar”. Aos poucos a área foi adotada pela comunidade. Vizinhos do bairro das Indústrias gostaram da iniciativa e ampliaram o projeto. Ao lado do jardim também foi criada uma biblioteca comunitária, onde moradores da região podem ter acesso a livros.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave