Fluminense bate o Palmeiras e vence segunda no Brasileirão

Com gol único de Rafael Sóbis, Tricolor carioca conseguiu importante triunfo fora de casa e confirmou boa fase com novo treinador

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Flu suportou pressão dos donos da casa e foi eficiente para matar o jogo
Nelson Perez/Fluminense F.C.
Flu suportou pressão dos donos da casa e foi eficiente para matar o jogo

A ausência de Alan Kardec foi muito sentida pelo Palmeiras neste sábado. Inofensiva no ataque, sem um homem de referência, a equipe perdeu para o Fluminense por 1 a 0 em casa, no Pacaembu, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Rafael Sóbis marcou o único gol e mostrou que sua dupla com Fred está afiada. Além disso, o time carioca dá indícios de que entra forte na briga pelo título.

Foi a segunda vitória do Fluminense, que lidera o Brasileirão com seis pontos. O Palmeiras estacionou nos três. O time carioca volta a jogar no sábado que vem, novamente às 21 horas, desta vez contra o Vitória, no Maracanã. No dia seguinte, os comandados de Gilson Kleina duelam com o Flamengo, às 16 horas, também no Maracanã.

Por conta de uma gastrite, Alan Kardec não foi a campo neste sábado. O jogador ainda negocia a permanência no Palmeiras e pode deixar o clube. Sem ele e sem Bruno César, contundido, Kleina escalou a equipe com três volantes e nenhum centroavante. Não deu certo. O Fluminense se aproveitou da ineficácia ofensiva do adversário e, com Rafael Sóbis e Fred inspirados, chegou à vitória.

O JOGO - O começo foi do Palmeiras, com Valdivia aparecendo bastante e criando as melhores jogadas. Marquinhos Gabriel, pela direita, era um dos alvos preferidos do chileno, mas a equipe parecia sentir falta de um homem de referência. Além disso, demonstrou nervosismo em campo, com irritação desmedida com o árbitro em diversos momentos.

Marquinhos Gabriel, de fora da área, quase marcou na última chance palmeirense antes que o Fluminense reagisse. Rafael Sóbis era a principal arma do time carioca e quase marcou o primeiro aos 30 minutos, quando bateu da entrada da área e parou em Fernando Prass.

Aos 38, Conca arriscou de fora da área e Prass espalmou, mas o confronto era mesmo entre o goleiro e Sóbis. Aos 42, o atacante recebeu passe perfeito de Conca, ganhou de Juninho e à queima-roupa, da linha da pequena área, chutou em cima de Fernando Prass, que mostrou reflexo e fez grande defesa.

De tanto insistir, Sóbis finalmente passaria pelo goleiro adversário um pouco antes do fim do primeiro tempo. Aos 44, Fred foi lançado pela direita por Conca, dominou e rolou para Rafael Sóbis. O atacante bateu de primeira, entre as pernas de Fernando Prass e abriu o placar.

O segundo tempo começou com uma grande chance para o Fluminense. Após cruzamento de Wagner da esquerda, Fernando Prass espalmou para o meio. A bola ficou limpa para Fred, que bateu por cima mesmo com o gol vazio. A resposta do Palmeiras aconteceu aos 16 minutos, com Serginho, que havia entrado no intervalo na vaga de Josimar para deixar o time mais ofensivo. Ele arriscou de longe e obrigou Diego Cavalieri a fazer boa defesa.

A entrada de Serginho deu mais movimentação ao meio de campo palmeirense e resolveu o problema da falta de criação, mas ainda havia a falta de um homem de área. A bola chegava com qualidade ao ataque, mas faltava alguém para finalizar. O jogo ficou morno e mesmo sem forçar o Fluminense quase marcou o segundo. Wagner fez boa jogada pela esquerda e bateu. A bola ainda desviou e Fernando Prass defendeu.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 X 1 FLUMINENSE

PALMEIRAS - Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Tiago Alves e Juninho; Marcelo Oliveira, Josimar (Serginho), Wesley e Valdivia; Marquinhos Gabriel (Diogo) e Leandro (Miguel). Técnico: Gilson Kleina.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos; Diguinho (Rafinha), Jean, Wagner e Conca; Rafael Sóbis (Valencia) e Fred. Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS - Rafael Sóbis, aos 44 minutos do primeiro tempo. ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA). CARTÕES AMARELOS - Valdivia (Palmeiras); Conca, Wagner (Fluminense). RENDA - R$ 474.000,00. PÚBLICO - 11.189 pagantes (12.994 presentes). LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Leia tudo sobre: fluminensepalmeirasfutebol