Diego Tardelli admite que Levir Culpi 'pode dar uma motivada'

Atacante lamentou saída de Paulo Autuori, mas citou que mudança de comando pode mexer com o lado psicológico da equipe

iG Minas Gerais | Da redação |

Tardelli lamenta gol perdido contra o Corinthians: será que fase ruim acabará?
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Tardelli lamenta gol perdido contra o Corinthians: será que fase ruim acabará?
O Atlético mudou rapidamente de treinador em um momento decisivo da temporada. Levir Culpi chega para tentar manter o Galo na Libertadores. Em pouco tempo entre sua estreia (domingo, contra o Grêmio) e o compromisso diante do Nacional-COL, Levir terá mais contribuição na parte psicológica. E foi exatamente este fator motivacional que Tardelli citou.   "Talvez por um lado pode reverter esse quadro nosso, dar uma motivada, pode dar uma virada nessa má fase que está passando", afirmou o camisa 9 do Galo.   O atacante, que acompanha a maioria dos companheiros em uma temporada apagada, disse que ficou triste por Paulo Autuori ter deixado o clube, mas entendeu a decisão de Alexandre Kalil.   "Por um lado fico triste por perder o Paulo (Autuori), que a gente sabia que era um grande profissional, ainda mais dentro de campo. A gente sabe que futebol vive de resultados e a gente não vinha tendo resultados nesses últimos jogos, mesmo com a invencibilidade de 18 jogos", avaliou o avante.   Diego Tardelli, mesmo mostrando afeição ao antigo comandante alvinegro, não deixou de citar que a estratégia de Autuori de priorizar a defesa pode ter prejudicado o andamento do Galo até aqui. O jogador considerou que Paulo fez certo ao tentar corrigir a defesa, mas o ataque não rendeu. Ele até espera que a 'bagunça organizada' dos tempos de Cuca volte à Cidade do Galo.   "E o Paulo tentou priorizar primeiro o setor defensivo, que era um ponto mais negativo nosso, porque fazíamos muitos gols, mas tomávamos também, e esse ano não tomamos, mas também não fizemos, isso e acabou atrapalhando. Então, temos que voltar essa bagunça organizada de novo".   Hora de refletir. O pouco contato que os jogadores atleticanos terão com Levir Culpi até o duelo contra o Atlético Nacional, na próxima quinta, pode ser um empecilho. Mas Tardelli deu a entender que o grupo se uniu para dar a volta por cima.    "É momento de todo mundo refletir, colocar a bunda no chão e ralar muito, porque temos dois jogos importantes, um no domingo e principalmente na quinta, pela Libertadores"      

Leia tudo sobre: atleticolevirtreinopaulo autuori