Diretor revela que Raposa recusou R$ 50 milhões do Zenit por Dedé

Alexandre Mattos garante que cifras altas foram acionadas pelo clube russo para tirar o zagueiro da Toca da Raposa II

iG Minas Gerais | da redação |

Seriedade. Zagueiro Dedé falou sobre a importância do Campeonato Mineiro para a equipe celeste
GUSTAVO BAXTER/ O TEMPO
Seriedade. Zagueiro Dedé falou sobre a importância do Campeonato Mineiro para a equipe celeste
O Cruzeiro continua sua luta para não perder grandes peças de seu elenco e, ao mesmo tempo, conseguir manter a saúde financeira. Depois de Everton Ribeiro, foi a vez de Dedé receber uma proposta em 'papel timbrado' como gosta de dizer os dirigentes. Mas o diretor de futebol Alexandre Mattos garantiu que os 16 milhões de euros não abriram os olhos da Raposa.   "É natural que venha receber essas sondagens, mas não teve nenhuma situação de clube, a não ser do Dedé, do Zenit, que a gente recebeu 16 milhões de euros e negou, e pelo Everton Ribeiro. Agora o Cruzeiro não tem nada, não estamos negociando a chegada e nem a saída de jogadores", afirmou o mandatário celeste.   Dedé chegou ao Cruzeiro vindo do Vasco no ano passado, na maior contratação da história da Raposa. Foram, com a ajuda de um fundo de investimento, 14 milhões de reais desembolsados pela diretoria de Gilvan de Pinho Tavares. Só que, se o Cruzeiro aceitasse a oferta russa, teria direito a apenas uma porcentagem da grana, já que boa parte de seus direitos econômicos são de investidores. Everton Ribeiro, ao contrário, é 60% da Raposa.   As palavras de Alexandre Mattos são fortes e indicam que o clube celeste vai fazer muito jogo duro antes de liberar atletas titulares. Porém, o volante Nilton, que perdeu espaço na equipe para Henrique, poderá deixar o Cruzeiro para jogar na Inter de Milão.

Leia tudo sobre: dedétranferenciazenitcruzeirocontratacao