Quatro crianças morrem em incêndio e uma fica em estado grave

A única sobrevivente está sendo transferida de helicóptero para o Hospital de Pronto-socorro João XXIII, em Belo Horizonte

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Cinco crianças estavam na residência no momento do incêndio
Bruno Ferreira-Barroso em Dia
Cinco crianças estavam na residência no momento do incêndio

Quatro crianças morreram e uma foi internada em estado grave em um incêndio que destruiu parte de uma residência na manhã deste sábado (26), no município de Barroso, no Campo das Vertentes. Todas as vítimas têm idade entre 1 e 5 anos e eram da mesma família. Três crianças morreram na hora, uma faleceu no hospital da cidade e a quinta, de 5 anos, está sendo transferida para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. O fogo pode ter sido provocado por uma explosão de um botijão de gás.

Greice Kelly Francisca Guimarães, de 24 anos, mãe de duas das crianças, está grávida e havia deixado os filhos com a irmã, Amanda Francisca Guimarães, de 17 anos, para ir a um hospital de São João del Rei para dar à luz. Quando ela foi informada sobre o incêndio, ainda antes de o bebê nascer, retornou para casa, não aguentou a cena, entrou em trabalho de parto e precisou ser hospitalizada.

Os vizinhos relataram à polícia que ouviram uma explosão por volta das 9h40 e, em seguida, viram as chamas na casa da família, localizada na avenida Viena, no bairro Jardim Europa. Amanda estava no quarto da frente da casa quando o fogo começou, e as crianças estavam no quarto dos fundos. Ela disse ao jornal "Barroso em Dia" que viu as chamas, mas não conseguiu retirar os filhos e sobrinhos do local.

De acordo com Elizabeth Tavares, de 38 anos, que é vizinha da família, vários vizinhos se reuniram para apagar as chamas. "Nós começamos a ajudar com mangueiras. Um outro morador tirou as crianças da casa, mas já era tarde", conta.

Duas das crianças resistiram num primeiro momento e foram encaminhadas para o Instituto Nossa Senhora do Carmo. Uma delas morreu no local, e a outra foi transferida pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros para Belo Horizonte.

Uma das suspeitas é de que o gás da casa tenha vazado, de acordo com a soldado Tainara Muniz de Oliveira, do 38º Batalhão da Polícia Militar. A perícia da Polícia Civil de Barbacena realizou os trabalhos técnicos, e o resultado deve sair em até 30 dias.

Vítimas

Ketelin - 3 anos, filha de Amanda

David - 1 ano e 6 meses, filho de Amanda

Beatriz Vitória Guimarães - 2 anos, filha de Greice Kelly

Gustavo Henrique Celestino Guimarães - 1 anos e 7 meses, filho de Greice Kelly

Rafaela Camila Martins - 5 anos, filha de Greice Kelly - internada em estado grave


Atualizada às 14h30.

Leia tudo sobre: Minas Geraisincêndiobarroso