Obras devem consumir R$ 360 mi

iG Minas Gerais | Larissa Arantes |

Ainda é necessária a aprovação da Junta de Coordenação Orçamentária e Financeira (Jucof) da administração municipal, mas o Decreto 15.538 estabelece o montante de R$ 360 milhões exclusivamente para obras e outros R$ 69 milhões para custos com ações de suporte para aquisições diversas como a compra de máquinas.  

De acordo com o gerente de Informações Orçamentárias da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação, Amaro da Silva Júnior, é a Jucof que analisa a nova limitação orçamentária da prefeitura e possíveis realocações. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave