Preso suspeito de balear PM em assalto a drogaria no Luxemburgo

Bruno dos Santos Isaque, de 26 anos, foi preso em casa, no aglomerado da Ventosa, região Oeste da capital

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

A Polícia Militar (PM) prendeu nesta sexta-feira (25) um dos suspeitos de balear um militar à paisana durante um assalto a uma drogaria no bairro Luxemburgo, região Centro-Sul de Belo Horizonte. O crime aconteceu na noite dessa quinta (24).

Bruno dos Santos Isaque, de 26 anos, foi preso em casa, no aglomerado da Ventosa, região Oeste da capital.

De acordo com os militares do 5º Batalhão, um denúncia anônima os levou até o endereço, na avenida das Amoras. Os militares foram recebidos pela mãe do suspeito que autorizou a entrada.

Bruno negou participação no crime. Outro envolvido na tentativa de homicídio foi identificado como "Toquinho", e também seria morador da Ventosa. Ainda segundo a PM, ambos têm passagem por diversos crimes, como tráfico de droga e porte ilegal de arma.

A ocorrência foi encerrada na Central de Flagrantes (Ceflan), no bairro Floresta.

Entenda o caso

Um policial militar foi baleado nas costas na noite desta quinta-feira (25) no bairro Luxemburgo, na região Centro-Sul, após um assalto a uma drogaria. Ele chegou ao local minutos após o crime e tentou prender os bandidos.

De acordo com a corporação, a vítima, que não teve a identidade revelada, chegava à Drogaria Araújo da rua Guaicui quando percebeu uma movimentação estanha no estabelecimento comercial. Ao perguntar o que estava acontecendo, o homem ficou sabendo que a farmácia havia sido assaltada por dois criminosos, que levaram dinheiro e pertences de funcionários e clientes.

O militar, que estava à paisana, foi atrás dos ladrões, que fugiram pela rua Júlio Mourão. Ao ordenar que os suspeitos parassem, um dos bandidos atirou três vezes, sendo que um dos disparos atingiu as costas do militar.

O policial, que trabalha no 48º Batalhão de Ibirité, na Grande BH, foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, onde passou por cirurgia e segue internado.

Os bandidos, que horas antes assaltaram uma drogaria da mesma rede no bairro Sion, conseguiram fugir. Imagens das câmeras de segurança dos estabelecimentos comerciais podem ajudar na identificação dos suspeitos.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave