Moreira Franco vê risco de apagão no Galeão durante Copa

Na última semana, o aeroporto ficou mais de uma hora sem luz em função de um apagão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Antonio Cruz/ABr
undefined

O ministro Moreira Franco, da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), admitiu nesta sexta-feira (25), em entrevista a internautas de uma rede social, que o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio, tem risco de sofrer um apagão durante a Copa do Mundo, em junho.

"O único risco atual é o Galeão. Para evitá-lo, já marquei reunião no próximo dia 5 de maio com concessionário, Ministério de Minas e Energia, Light e Infraero para garantir que não haja esse problema", afirmou o ministro, em resposta a um internauta. Ele participa de um bate-papo com seguidores do Twitter sobre a situação dos aeroportos.

"Já tivemos falta de energia várias vezes, por pouco tempo, mas muito prejudiciais. A Light (concessionária de luz no Rio) diz que é o Galeão, e o Galeão diz que é a Light. Por isso vou colocar Light e Galeão frente a frente no próximo dia 5, para esclarecer a questão", completou.

Na última semana, o aeroporto ficou mais de uma hora sem luz em função de um apagão. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), na sexta-feira, dia 18, os terminais 1 e 2 do aeroporto ficaram às escuras entre 21h52 e 22h07. Entretanto, funcionários do aeroporto confirmaram que até 23h30 parte do saguão ainda não tinha luz.

A pista e o pátio das aeronaves possuem geradores e operaram normalmente. Mas como o check-in precisou ser feito manualmente, houve atrasos nas partidas dos voos. As causas ainda não foram esclarecidas. O aeroporto foi concedido à iniciativa privada no início do mês.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave