Golpe de 1964 em foco

Até o dia 7 de maio, a PUC Minas Contagem recebe exposição relembrando a data e sessões comentadas de filmes sobre a ditadura militar brasileira

iG Minas Gerais |

Golpe militar. Filme “O Dia que Durou 21 Anos” terá sessão gratuita e comentada no dia 7 de maio
PEQUI FILMES/DIVULGAÇÃO
Golpe militar. Filme “O Dia que Durou 21 Anos” terá sessão gratuita e comentada no dia 7 de maio

Com o objetivo de relembrar o golpe militar de 1964, que neste ano completa 50 anos, haverá uma série de atividades sobre o tema na cidade. Até o dia 17 de maio, o campus da PUC Minas Contagem está recebendo o projeto “Olhares sobre o Golpe de 64 – 50 Anos Depois”, que conta com debates, exposições, e sessões de filmes comentadas, que trazem à tona um pouco do contexto histórico da ditadura, que durou 21 anos.

Na última quarta (23), o frade dominicano e escritor Frei Betto participou de um debate sobre o tema, que contou com a presença do prefeito Carlin Moura e da presidente da Fundac, Renata Lima.

No hall de entrada do prédio 8 da PUC Contagem estão expostos grandes painéis com imagens e fotos que foram pesquisadas para representar os vários momentos do golpe civil-militar. Haverá fotos e reproduções de veículos de comunicação de momentos marcantes como o incêndio da sede da União Nacional dos Estudantes (UNE), no fatídico 1º de abril.

Durante o projeto, haverá a exibição dos filmes “Dossiê Jango”, de Paulo Henrique Fontenelle, na próxima quarta, 30 de abril, com comentários do professor mestre em economia Flávius Marcus Lana de Vasconcelos; e “O Dia que Durou 21 anos”, de Camilo Tavares, no dia 7 de maio, com comentários da professora doutora em ciências sociais Júlia Calvo. Todas as atividades são gratuitas.

A PUC Minas Contagem fica na rua Rio Comprido, 4.580, acesso 7, bairro Cinco.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave