Briga de casal causa morte

Marido não foi encontrado após o crime; mulher chegou a ser socorrida e levada para uma unidade de saúde, mas morreu no ao dar entrada

iG Minas Gerais |

Crime. 
O motivo do crime, segundo testemunhas, seria o ciúme que Roberto sentia da família da mulher
OSWALDO RAMOS
Crime. O motivo do crime, segundo testemunhas, seria o ciúme que Roberto sentia da família da mulher

Uma mulher morreu após ser esfaqueada na madrugada do último domingo, 20. O suspeito do crime é o marido dela, que não foi encontrado após o ocorrido.

Ela conseguiu sair de casa com o ferimento no peito e se sentou no meio-fio, pedindo por ajuda, até ser socorrida por um vizinho que a levou para o hospital. No entanto, ela morreu ao dar entrada na unidade de saúde.

Segundo a Polícia Militar, vizinhos disseram que era comum o casal brigar, e a irmã da vítima disse que ela já havia sido agredida pelo homem. Ao chegarem na casa de Carla Carvalho Gonçalves, 33, e José Roberto Campos Evangelista, 44, localizada no bairro Darcy Ribeiro, os militares puderam ver pela janela entreaberta os indícios de uma briga.

A casa estava desorganizada, e cacos de garrafas de vidro espalhados pelo chão.

De acordo com testemunhas, o casal tinha feito um churrasco na noite anterior, e a discussão começou quando os convidados já haviam ido embora e só ficaram os dois na casa. O motivo era o ciúme dos dois, mas José Roberto foi apontado como sendo um homem bastante possessivo, tendo ciúme até da família da mulher.

Uma faca, provavelmente usada no crime, foi apreendida. José Roberto não foi encontrado após o crime e é o principal suspeito do assassinato. O motivo da briga ainda não foi esclarecido.

Carla deixa um filho de 12 anos do primeiro casamento, e duas filhas que teve com o suspeito.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave