Dieta entregue em casa

Cresce o número de empresas que oferecem “marmita do bem” para quem vive na correria e não abre mão de se alimentar de maneira saudável

iG Minas Gerais | Letícia Silva |

undefined

Em um passado recente eram poucas as opções que os belo-horizontinos que fazem ode à uma alimentação saudável (ou fazem uma dieta restritiva) tinham para se alimentar nos dias de maior correria. Hoje em dia, não tem desculpa: se alimentar mal e colocar a culpa na correria do dia a dia já não é mais tão aceitável como antes. Ao mesmo tempo que a  fatia da população que se preocupa com a qualidade de vida e o bem estar têm crescido muito, as empresas do ramo têm focado seus investimentos para esse nicho, oferecendo um leque bem grande de produtos voltados para quem quer se alimentar bem, mas não tem como dedicar um tempo diário preparando uma comida saudável.

Aliando essa tendência de se alimentar bem à praticidade e conveniência, empresários de Belo Horizonte têm faturado alto com delivery de alimentos frescos. Foi procurando atender à essa demanda que a empresária Sílvia Vasconcellos montou a Make Eat Slow. Funcionando há menos de um ano na capital mineira, a empresa fornece “marmitex delivery” para dezenas de clientes diariamente. A proposta chama a atenção de quem reclama da falta de tempo: são fornecidas refeições de acordo com a necessidade do cliente: sopa, massa, arroz, salada, leguminosas, grelhado, mix de castanha, salada de frutas, bebidas e outras opções, em três tamanhos, e com entrega onde o cliente estiver (dentro da capital).

Tem quem não queira limitar a praticidade apenas a uma refeição por dia. Com uma proposta um pouco diferente, a Light Life oferece opções para quem quer alimentar no local, em casa (ou no trabalho) ou ainda para quem prefere ter várias opções de pratos no congelador. Os valores variam de acordo com o prato escolhido (veja box abaixo).

Apesar do crescimento desses estabelecimentos, a demanda em BH parece não ser completamente atendida.  “Em BH ainda são poucas opções. É difícil conseguir congelados em determinadas regiões”, pontua a consumidora costumaz desse tipo de alimentos, Alaíde Lodi. A engenheira mecânica é cliente da Light Life desde que a loja abriu na capital, com uma proposta um pouco diferente, há mais de uma década. “Eu sempre gostei de comer salada, frutas e nunca gostei de carne vermelha. Antes dessa “moda” de alimentação saudável, eu já comia bem, mas esse serviço oferece uma comida diferenciada”, pontua.

A nutricionista Cristiane Loureiro, preceptora do curso de Nutrição do Centro Universitário UNA, afirma que é importante que o cliente esteja sempre atento às informações presentes nas embalagens desses alimentos. “Essa ‘febre’ é muito bacana, para  quem faz sob orientação de um profissional”, explica a especialista, que pontua que é importante que a empresa informe tudo no rótulo.  “Quando um produto é vendido como light, ele precisa ter redução de algum ingrediente, como sódio ou gordura. É preciso também que a empresa coloque a data de validade, fabricação, responsavel técnico e o valor nutricional”, conclui. Para quem quer consumir, Loureiro orienta a pesquisar sobre a empresa e procurar saber informações a respeito da procedência dos alimentos e as condições de higiene em que eles são manipulados. “Principalmente para quem tem intolerância a algum tipo de alimento, esses serviços são ótimas opções”, pondera a nutricionista.

Quem faz em BH?

Manjar alimentos Rua Lindolfo de Azevedo, 1685, Jardim América - (31) 3261-2443 Onde entrega? BH, Contagem e Betim. Além de lojas em Juiz de Fora, Diamantina, Montes Claros e Cidade Administrativa. E o frete? BH é R$ 10, Grande BH R$ 25 O que oferece? Pratos variados, todos congelados. Entrega já aquecido ou congelado. Quanto custa? Pratos variam entre R$ 8,40 e R$ 24,90

Light Life Rua Paraíba 1068, Savassi - (31) 3261-6366 Onde entrega? Em qualquer lugar na Grande BH E o frete? É calculado por bairro O que oferece? Comida mais balanceada, para quem faz dieta ou reeducação alimentar. O cliente tem a opção de se alimentar no local, comprar os pratos congelados ou o “prato do dia” via telefone e receber em casa ou no trabalho. Quanto custa? Varia entre R$17,50 e R$ 26,30. Os pratos do dia são acompanhados de salada ou meia sopa.

Make eat slow Bairro Anchieta - Não serve alimentação no local. (31) 3227-4937 Onde entrega? na região Centro-Sul E o frete? É calculado por bairro O que oferece? Comida mais balanceada, para quem faz dieta ou reeducação alimentar. O cliente tem ao menos duas opções no dia, além do BF (a versão deles do famoso Prato Feito). A empresa também oferece salada em potes de vidro fechados, que garantem maior durabilidade ao produto. Quanto custa? Varia entre R$16,90 e R$ 29,90.

Essa matéria foi publicada originalmente na revista O TEMPO LIVRE, publicação exclusiva para quem acessa o JORNAL O TEMPO via iPad. para saber mais, curta a página da revista no Facebook e baixe o app gratuitamente na Apple Store

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave