Estatal nega problema em saque milionário

iG Minas Gerais |

Brasília. A Petrobras negou ontem irregularidades no saque de US$ 10 milhões, sem autorização por escrito, pela refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), quando ainda era administrada meio a meio pela Petrobras e pela comercializadora belga Astra Oil. O saque foi identificado por auditoria interna.  

O saque de US$ 10 milhões foi revelado pelo jornal “O Globo”. A autorização verbal “não encontra amparo em norma interna nem nas boas práticas de controle interno”, conforme relatório citado pelo jornal. A Petrobras, entretanto, afirma na nota que acatou a recomendação da auditoria interna, “no sentido de formalizar e arquivar a documentação de suporte relativa aos saques efetuados em contas mantidas em corretoras”.

O saque teria sido feito da conta da refinaria na corretora MF Global, em fevereiro de 2010, quando Petrobras e Astra estavam em litígio.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave