João Alberto pode presidir comissão

iG Minas Gerais |

Brasília. Assim que a Mesa do Senado mandar instalar a CPI da Petrobrás e começar a correr o prazo para indicação dos nomes que comporão a investigação, o PMDB deve indicar o senador João Alberto (PMDB-MA) para presidir os trabalhos da comissão. Alberto é antigo aliado do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e do antecessor, José Sarney (PMDB-AP).  

Como maior partido do Congresso, o PMDB tem essa prerrogativa. s possíveis dez vagas do governo ficarão divididas entre os blocos no Senado.

Serão quatro para o de apoio ao governo, liderado pelo PT, outras quatro para o bloco da maioria, cujo líder é do PMDB, o senador Eunício Oliveira (CE), e outras duas do bloco União e Força, encabeçado por Gim Argello (PTB-DF), aliado do Planalto. Do lado da oposição, a quem caberá 3 das 13 vagas, o senador Álvaro Dias (PR) já é uma certeza.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave