Cartórios fazem plantão na reta final do cadastramento eleitoral

Plantões acontecerão nos próximos finais de semana e no feriado do dia 1º de maio; prazo para recadastramento termina no dia 7

iG Minas Gerais | Da Redação |

Quem quiser tirar dúvidas antes de se dirigir ao cartório eleitoral pode ligar no Dique-Eleitor (148)
Divulgação: TRE/MG
Quem quiser tirar dúvidas antes de se dirigir ao cartório eleitoral pode ligar no Dique-Eleitor (148)

Os cartórios eleitorais vão funcionar em regime de plantão no próximo dia 1º de maio, Dia do Trabalhador, e nos próximos finais de semana até o dia 7 de maio, quando termina o prazo para o cadastramento eleitoral. A medida da Justiça Eleitoral é para que os eleitores não percam o prazo.

A partir deste sábado (26), a população pode ser atendida nos cartórios eleitorais do interior de 12h às18h e, nos cartórios de Belo Horizonte, das 8h às 17h.

Quem quiser tirar dúvidas antes de se dirigir ao cartório eleitoral pode ligar no Dique-Eleitor (148), que também funcionará em regime de plantão nos finais de semana e no dia 1º de maio, das 8h às 17h. Durante a semana, o funcionamento é normal, das 7h às 19h.

Devem ficar atentos ao prazo e aproveitar os plantões da Justiça Eleitoral os adolescentes com idade entre 16 e 18 anos, que já podem votar nas eleições deste ano, e os maiores de 18 anos, que devem votar, sob pena de ficar em débito com a Justiça Eleitoral. Além disso, o prazo é válido para aqueles que terão 16 anos completos no dia cinco de outubro, data do primeiro turno das Eleições 2014.

Os que queiram transferir o domicílio eleitoral podem procurar o cartório eleitoral mais próximo de sua nova residência, assim como aqueles que precisem regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral, por terem o título cancelado, e eleitores com dificuldade de locomoção que queiram votar em seções de fácil acesso.

É importante que todos aqueles que ainda tenham alguma pendência para ser resolvida nos cartórios eleitorais procurem resolvê-la o mais rápido possível, para evitar transtornos, como o enfrentamento de grandes filas.

Documentação necessária

Para fazer o alistamento eleitoral, os documentos necessários são: documento de identidade original com foto (não serão aceitos carteira de habilitação e passaporte), comprovante de endereço recente e, para os brasileiros maiores de 18 anos do sexo masculino, comprovante de quitação com o serviço militar.

Já para pedir a transferência do domicílio eleitoral, o eleitor deve procurar o cartório de sua nova residência portando o título, se ainda o possuir, um documento de identidade original com foto e comprovante de residência. Para pedir a transferência para uma seção de fácil acesso, os documentos necessários são os mesmos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave