Polícia recupera pistola roubada da Central de Escoltas

Pistola foi encontrada em uma casa desabitada que fica ao lado da residência do penitenciário Marcos Antônio Rodrigues Nogueira

iG Minas Gerais | Da redação |

A Divisão de Operações Especiais (Deoesp) recuperou, na tarde dessa quarta-feira (23), mais uma das 45 armas que foram roubadas da Central de Escoltas da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) no dia 24 de março, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Com isso, sobe para 41 o número de armas já recuperadas, restando apenas quatro pistolas .40 para serem localizadas.

A arma encontrada é uma pistola da marca Imbel, calibre .40, modelo MB5. Com ela, foram encontrados dois carregadores e 17 munições de pistola do mesmo calibre. O armamento foi localizado em uma casa desabitada, situada ao lado da residência do agente penitenciário Marcos Antônio Rodrigues Nogueira. A arma, as munições e os carregadores estavam embalados em um saco plástico preto, dentro de uma caixa de gordura.

Das 45 armas roubadas, 40 foram encontradas nessa segunda (21). A quadrilha responsável pelo roubo foi apresentada pela Polícia Civil nessa quarta-feira (23). O cabeça do grupo, o agente penitenciário Marcos Antônio de Oliveira Nogueira, de 38 anos, chegou a desmaiar durante a apresentação. Ele confessou que dopou os outros oito agentes que estavam de plantão no dia 24 de março e disse que cometeu o crime para conseguir dinheiro para pagar um agiota, que estava fazendo ameaças a ele e à sua família.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave