Brasileiros avançam invictos no vôlei de praia na China

Duplas masculinas se classificaram no Open de Fuzhou, mas apenas uma equipe feminina saiu vencedora

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Dupla forma por Alison e Bruno Schmidt foi uma das que se garantiu na competição
FIVB/Divulgação
Dupla forma por Alison e Bruno Schmidt foi uma das que se garantiu na competição

O dia foi de 11 jogos envolvendo duplas brasileiras no Open de Fuzhou, na China. Enquanto os homens ganharam as três partidas que fizeram (uma delas por W.O.), mantendo a invencibilidade e avançando diretamente às oitavas de final, das quatro duplas femininas, três perderam uma partida e só Maria Clara/Carol teve um dia perfeito.

Na chave masculina, são três duplas brasileiras porque Evandro/Vitor Felipe parou no qualifying. As demais só venceram. Na madrugada desta quinta, no fechamento da fase de grupos, Ricardo/Álvaro Filho, Pedro Solberg/Emanuel e Alison/Bruno Schmidt chegaram à terceira vitória e jogarão direto as oitavas de final, não precisando passar pela repescagem.

Pelo Grupo D, Emanuel e Pedro Solberg seguem sem perder sets depois de fazerem 2 a 0 (21/16 e 21/15) diante de Brouwer/Van Dorsten, da Holanda. Alison e Bruno Schmidt tiveram trabalho, mas, pelo Grupo F, fizeram 2 a 1 sobre Sidorenko/Dyachenko, do Casaquistão, com parciais de 14/21, 21/15 e 15/10. Já os alemães Fuchs/Kaczmarek tiveram problemas médicos e não enfrentaram Ricardo e Álvaro Filho.

FEMININO - Entre as mulheres, a estreia poderia ter sido melhor. Só Maria Clara/Carol, exatamente a dupla que foi pior no Circuito Brasileiro, está invicta depois de vencer Schützenhöfer/Plesiutschnig (Áustria) e Braakman/Van der Vlist (Holanda). Nesta sexta, a dupla rival vem da Alemanha: Bieneck-Grobner.

As alemães foram as pedras no sapato das brasileiras nesta quinta. Talita e Taiana, atuais campeãs do Circuito Mundial, perderam de Laboureur/Sude num jogo de mais de uma hora. Antes, haviam vencido as chinesas Wang e Ma. Já as algozes alemãs de Juliana e Maria Elisa foram Ludwig e Walkenhorst. Depois, as brasileira ganharam de Broder/Valjas, do Canadá.

Já as campeãs do Circuito Brasileiro estrearam jogando juntas no Circuito Mundial com derrota para Goricanec/Hüberli, da Suíça, em três sets. Na sequência, tiveram trabalho para vencer Elwin e Iatika, de Vanuatu, um pequeno país da Oceania.  

Leia tudo sobre: volei de praiacircuito mundialchinaopenfuzhou