Beber leite pode retardar avanço de artrite no joelho

Homens têm que ingerir a bebida em quantidades maiores que as mulheres para obter resultados positivos

iG Minas Gerais | Nicholas Bakalar |

Osteoartrite afeta 14% das pessoas acima de 25 anos
STOCKXPERTS
Osteoartrite afeta 14% das pessoas acima de 25 anos

Um estudo extenso descobriu evidências de que o consumo de leite talvez retarde o avanço da artrite no joelho. De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, a osteoartrite, doença crônica das articulações caracterizada por degeneração das cartilagens acompanhada de alterações das estruturas ósseas vizinhas, afeta 14% das pessoas acima de 25 anos e 34% das que têm mais de 65.

As pessoas que têm osteoartrite devem consumir mais leite? Doutor Bing Lu, principal autor do estudo e professor adjunto de medicina da Universidade Harvard, respondeu de forma simples a essa pergunta “Sim, devem consumir leite com baixo teor de gordura ou sem gordura”.

No estudo, pesquisadores coletaram dados detalhados de saúde, dieta e comportamento de 2.148 pessoas de ambos os sexos com osteoartrite no joelho. Eles realizaram raios-x anuais nos quatro anos que se seguiram ao início do estudo e mediram o pequeno espaço entre o osso e a articulação para avaliar o avanço da doença.

Descobriram que o aumento do consumo de leite estava associado ao retardo no avanço da doença nas mulheres. Entre os homens, apenas os que consumiram leite em quantidades maiores – sete ou mais copos por semana – perceberam tal efeito. Mais de 90 por cento dos participantes beberam leite isento ou com baixo teor de gordura e tal associação não ocorreu com o consumo de queijo ou, ainda, outros laticínios.

Os autores reconhecem que o estudo de observação, publicado online no periódico “Arthritis Care & Research”, não prova que exista uma relação causal. Entretanto, eles levaram em conta a maioria dos fatores de risco conhecidos associados à osteoartrite, incluindo tabagismo, peso corporal e consumo de bebidas alcoólicas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave