Processo por pontuação cresceu quase 5 vezes, mostram dados do Detran

Os números mostram que de janeiro a março de 2013 foram 3.832 processo administrativos por excesso de pontos contra 18.357 no mesmo período de 2014

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Os processos administrativos para suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por excesso de pontuação, instaurados pelo Departamento Nacional de Trânsito em Minas Gerais (Detran-MG),  foram quase cinco vezes maiores no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pelo Detran durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (23).

Os números mostram que de janeiro a março de 2013 foram 4.875 processos administrativos no geral sendo que 3.832 foram por excesso de pontos na carteira e 1.042 por infração. Em 2014 esse número cresceu para 18.759 processos, sendo 18.357 por excesso de pontos na carteira e 402 por infração.

Segundo a delegada Inês Borges Junqueira, o salto não significa um aumento de multas. A delegada afirma que o aumento se deve a mutirões feitos pelo Detran para notificar os motoristas.“Nós estamos correndo atrás do prejuízo para que as famílias possam sair de casa com seus carros com tranquilidade e segurança”.  Segundo ela, o órgão tem até cinco anos para notificar os motoristas.

De acordo com a assessoria de imprensa do Detran, só é possível identificar o condutor infrator se ele for parado em uma blitz e já tiver sido notificado pelo órgão. Nesse caso, ele é penalizado com multa e apreensão do veículo.

Após a conclusão do processo,  para receber a carteira de habilitação de volta, o motorista tem que fazer um curso de condutor infrator em qualquer autoescola são 30 horas/aula. Eles também têm que fazer uma prova no Detran para obter a carteira de volta. Ainda de acordo com a assessoria do Detran, cerca de 98% dos processos resultam na suspensão ou cassação da carteira de habilitação dos condutores infratores.

De 2011 até o ano passado, o Detran fez três mutirões para notificar os motoristas, no primeiro foram 700 notificações, sendo que 470 motoristas compareceram e 267 entregaram a carteira imediatamente, o restante entrou com recurso. No segundo foram mil intimados, 633 compareceram e 301 entregaram a carteira, já no terceiro foram 1.500 intimados, 944 compareceram e 546 entregaram a carteira.

Raking de multas 1º trimestre de 2014 1º Excesso de velocidade (112.929) 2º Dirigir falando ao celular ( 22.000) 3º Condutor não identificado, ou seja, multas que vão para pessoas juridicas (17.300)

Golpe O Detran alertou ainda para um e-mail falso em nome do órgão que está sendo divulgado na internet. O e-mail avisa que a pontuação da pessoa excedeu e pede que ela compareça a sede do Detran, no entanto segundo a delegada, a informação é falsa já que o órgão não encaminha notificação por e-mail, somente pelos correios. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave