Pedagoga é presa suspeita de estelionato e com mandado em aberto

A mulher tem um mandado de prisão em aberto expedido em Ribeirão Preto (SP) e estava com cinco carteiras de identidade e R$ 800

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Uma pedagoga de Ribeirão Preta (SP) foi presa em Belo Horizonte nesta quarta-feira (23) suspeita de estelionato.  De acordo com a Polícia Federal, a mulher estava com mandado de prisão em aberto e é suspeita de aplicar golpes em bancos. De acordo com a Polícia Federal, sua prisão ocorreu depois que ela tentou abrir uma conta em um banco na avenida Getúlio Vargas, no bairro Funcionários, na região Centro-Sul da capital.

Ainda segundo a polícia,  Marcela Lobo dos Santos de Morais, 32, estava em processo de abertura de conta na Caixa Econômica Federal desde o último dia  15 e os funcionários da agência desconfiaram da ação dela e acionaram a Polícia Militar (PM). Segundo os militares a mulher foi presa quando saia da agência e entrava em um táxi.

Com Marcela foram encontradas cinco carteiras de identidade supostamente falsas, uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e R$ 800. Marcela estava com um mandato de prisão de Ribeirão Preto em aberto. A polícia não informou qual crime ela cometeu. 

Ainda segundo a PM, a mulher contou que estava hospedada desde esta terça-feira (22) sozinha em um hotel da capital. A polícia vai investigar se ela já tinha aplicado golpes em outras agências da capital e se as carteiras de identidade que estavam com ela são falsas ou roubadas.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave