McLaren promete 'plano agressivo' para reagir na F1

Equipe está focada em ter uma temporada mais produtiva e já mostra preocupação com o início discreto em 2014

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

McLaren driver Jenson Button of Britain looks on at his team garage during the first practice session ahead of Sunday's Malaysian Formula One Grand Prix at Sepang International Circuit in Sepang, Malaysia, Friday, March 28, 2014. (AP Photo/Lai Seng Sin)
Associated Press
McLaren driver Jenson Button of Britain looks on at his team garage during the first practice session ahead of Sunday's Malaysian Formula One Grand Prix at Sepang International Circuit in Sepang, Malaysia, Friday, March 28, 2014. (AP Photo/Lai Seng Sin)

Com Jenson Button e Kevin Magnussen nas respectivas oitava e nona posições do Mundial de Pilotos, a McLaren já mostrou evolução em relação ao ano passado, no qual amargou uma temporada historicamente ruim na Fórmula 1. Porém, a equipe não está conformada com o desempenho discreto apresentado até aqui em 2014 e promete colocar em prática um plano de desenvolvimento "agressivo" para a continuidade do campeonato, cuja próxima prova acontecerá no dia 11 de maio, data do GP da Espanha.

A promessa foi feita pelo diretor de corridas da equipe inglesa, Eric Boullier, que espera por uma evolução do carro sendo apresentada já a partir da corrida que será realizada em Barcelona. "Tudo já está planejado. Na Espanha veremos uma interessante melhora para o carro", aposta o dirigente francês, apontando também que a escuderia vem conseguindo um "ritmo de desenvolvimento muito, muito bom" nos testes realizados em seu túnel de vento.

A McLaren abriu bem essa temporada da F1, com Magnussen e Button conquistando as respectivas segunda e terceira posições do GP da Austrália, após o australiano Daniel Ricciardo chegar em segundo na pista, mas ser punido por uso irregular do combustível da sua Red Bull. Em seguida, na Malásia, Button foi o sexto colocado. Nas duas provas seguintes, entretanto, o dinamarquês e o inglês amargaram desempenhos ruins e sequer figuraram na zona de pontuação no Bahrein e na China.

Os últimos resultados, porém, não abalaram a confiança de Boullier, que ainda vê a McLaren em condições de poder rivalizar inclusive, com a Mercedes, cuja dupla Nico Rosberg e Lewis Hamilton vem dominando este Mundial. "Temos de acreditar que venceremos uma corrida. Acho que estaremos prontos para seguir avançando para trazer um desenvolvimento muito forte e agressivo para a temporada. Acho que nos colocaremos em posição para lutar por uma vitória, talvez não na primeira parte da temporada, mas espero que pelo menos mais tarde", aposta.  

Leia tudo sobre: formula 1mclarencorridacarro