Por ataque mais efetivo, Autuori pode trocar Guilherme por Fernandinho

Treinador não abre mão de vencer fora de casa no duelo com o Atlético Nacional, nesta noite, e cogita mexer no time

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Fernandinho é alternativa de mais velocidade no ataque atleticano
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Fernandinho é alternativa de mais velocidade no ataque atleticano

O Atlético vai encarar o primeiro desafio no mata-mata da Copa Libertadores, nesta noite, 22h, diante do Atlético Nacional-COL, em Medellín, e pode apresentar novidades para tentar ter êxito fora de casa. O técnico Paulo Autuori cogita fazer uma troca no setor ofensivo e lançar Fernandinho no lugar de Guilherme.

“Pelo estilo de jogo que queremos fazer, existe a chance do Fernandinho começar jogando, vou fazer as observações finais para decidir a equipe que vai começar jogando, mas tem grandes chances do Fernando jogar", revelou o treinador, após o treino que o time mineiro fez na noite passada, no estádio Atanásio Girardot, palco do jogo desta quarta-feira.

A troca de Guilherme por Fernandinho não é um experimento, conforme defendeu Autuori, mas sim uma tentativa de tornar o Galo mais efetivo ofensivamente. O time está invicto há 18 jogos, mas acumula oito empates neste período. Pior é que o ataque alvinegro, que se mostrou forte no ano passado, está devendo e marcou apenas dois gols neste mês, em cinco partidas disputadas.

"Não são jogadores novos que estão chegando e a gente não sabe, são jogadores de qualidade que já mostraram que sabem fazer gols. Não podemos mais adiar isso, chegou o momento de decisão na Libertadores, temos de voltar a ser decisivos, mas quero passar confiança para os jogadores", frisou.

Há um mês sem vencer na condição de visitante, Paulo Autuori quer botar fim ao jejum.  Treinador minimiza a vantagem que o Atlético tem de disputar o segundo jogo do mata-mata da Libertadores em casa e critica a ideia de que empatar ou perder com pequena diferença fora é aceitável.

"Tem de parar com este pensamento de que pode perder fora e que vai reverter em casa. O time tem potencial e eu quero vencer fora, mas para isso temos de ter boa atuação", finalizou.

Leia tudo sobre: atleticogalopaulo autuoritecnicoataquelibertadoresfernandinhoguilherme