Cielo lidera eliminatórias dos 50m livre no Maria Lenk

Recordista mundial venceu sua bateria nesta quarta-feira pela manhã com 21s79

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cesar Cielo foi o mais rápido das eliminatórias dos 50 metros livre
Cesar Cielo foi o mais rápido das eliminatórias dos 50 metros livre

Cesar Cielo foi o mais rápido das eliminatórias dos 50 metros livre, prova mais esperada do Troféu Maria Lenk, que acontece no Parque Aquático do Ibirapuera, em São Paulo. O recordista mundial venceu sua bateria nesta quarta-feira pela manhã com 21s79, ficando oito centésimos acima do tempo que fez para abrir o revezamento 4x50m livre do Minas, na segunda.

Ainda assim a marca é boa, equivalente ao quarto tempo do ranking mundial. Hoje a lista tem Eamon Sullivan (Austrália), com 21s65, Florent Manaudou (França), com 21s70, e James Magnuessen (Austrália), com 21s77, além do próprio Cielo (21s71).

Bruno Fratus, pelo Pinheiros, fez o segundo tempo das eliminatórias, com 22s09, abaixo do índice de 22s33 exigido para nadar o Pan-Pacífico, em agosto. Mas ele, assim como Cielo, já tinha índice, garantido no Open do ano passado, quando venceu com 21s80.

A surpresa das eliminatórias veio com Guilherme Ocampo, de apenas 17 anos, do Corinthians, que avançou para a final com o sexto tempo. Marcelo Chierighini foi só o sétimo. Matheus Santana, também de 17, revelação da natação brasileira, ficou fora da final A.

Outras Provas

A prova dos 50 metros livre feminina também foi boa, com Graciele Hermann nadando pela segunda vez na carreira na casa dos 24s. Ela foi a mais rápida da manhã, com 24s96, pelo Grêmio Náutico União. Na segunda, já havia nadado para 24s76, se garantindo no Pan-Pacífico. Na final, terá a forte concorrência de a holandesa Inge Dekker, do Minas, e Jeanette Ottsen Gray, dinamarquesa do Corinthians.

Nos 400 metros medley, Thiago Pereira, medalhista de bronze no Mundial do ano passado, não forçou e foi surpreendido por Gabriel Ogawa, de apenas 19 anos, que está no primeiro ano como adulto. O garoto do Pinheiros fez 4min27s76, ficando oito centésimos à frente de Thiago, que nada pelo Minas. O corintiano Brandonn Pierry, revelação do Corinthians, ficou quatro centésimos atrás do ídolo, mesmo tendo apenas 17 anos.

Já a prova feminina dos 400 metros medley, como previsto, foi dominada por Katinka Hosszu, húngara que é campeã mundial da prova e foi contratada pelo Corinthians. Com 4min34s91, ela nadou bem abaixo do recorde sul-americano e deixou o time paulista ainda mais perto do título geral graças à bonificação em pontos que ganhou. A melhor brasileira chegou 24 segundos atrás (praticamente uma piscina inteira).

Leia tudo sobre: cesar cielonatacaoesporte