Usuários ficam presos em metrô e CBTU nega o problema

O metrô ficou parado por cerca de 40 minutos entre as estações Eldorado e Cidade Industrial, até que foi rebocado para que os passageiros pegassem outro trem, ainda mais lotado

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

No primeiro dia em que o metrô de Belo Horizonte começou a contar com um trem com oito vagões para amenizar a lotação durante o horário de pico, os usuários ficaram presos por cerca de 40 minutos na manhã desta quarta-feira (23). Por causa de um defeito ainda não informado pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), um dos metrôs ficou parado entre as estações Eldorado e Cidade Industrial, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a publicitária Patrícia Mendonça, 23, usuário do serviço, o trem parou por volta de 9h30 e só voltou a se movimentar por volta de 10h10, quando foi rebocado. “Eles falaram pra gente que outro trem ia vir nos buscar, mas passaram vários e nenhum parou para a transferência dos passageiros. Estou atrasada para abrir a loja da minha mãe, e fiquei esperando naquele calor insuportável. Às vezes a luz apagava, depois acendia de novo”, disse indignada.

Conforme noticiou o jornal O TEMPO nesta quarta, as composições que rodam nos trilhos da capital e região metropolitana têm quatro vagões e capacidades para levar 1.026 pessoas, enquanto na locomotiva com mais carros, implantada nesta quarta, a ideia é dobrar a capacidade para 2.052 passageiros.

A assessoria da CBTU informou que não houve problema, apenas a implementação da nova locomotiva. No entanto, os passageiros informaram que para sair do lugar, o trem precisou ser rebocado para a estação Cidade Industrial, onde os passageiros desceram e ficaram esperando por outro trem. “Que estava ainda mais cheio que o outro, e ficou lotado com o acúmulo de passageiros. Nós ficamos aquele tempo todo parado, sem ar condicionado, num calor infernal e sem informação”, disse o técnico de enfermagem Fernando Soares, 55”, contou.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave