Nenê brilha e Wizards faz 2 a 0 no Bulls na prorrogação

Franquia de Washington tem tudo para estar nas semifinais da Conferência Leste pela segunda vez desde que chegou à capital norte-americana, em 1997

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Nenê marcou 17 pontos, pegou sete rebotes e deu três assistências
REPRODUÇÃO/NBA
Nenê marcou 17 pontos, pegou sete rebotes e deu três assistências

O Washington Wizards tem tudo para estar nas semifinais da Conferência Leste pela segunda vez desde que franquia chegou à capital norte-americana, em 1997. Nesta terça-feira, a equipe do brasileiro Nenê tirou larga desvantagem no placar para vencer o Chicago Bulls por 101 a 99, após uma prorrogação, e abrir 2 a 0 na série da primeira rodada dos playoffs. Agora serão dois jogos em casa para o Wizards tentar fechar o confronto.

Nenê, que já havia sido o cestinha do primeiro jogo, quando o Wizards surpreendeu o Bulls em Chicago pela primeira vez, voltou a jogar bem no United Center. O brasileiro marcou 17 pontos, pegou sete rebotes e deu três assistências, mas sua importância foi principalmente pelo que fez no começo da prorrogação, marcando seis pontos seguidos para deixar seu time muito perto da vitória.

Quem comandou o Wizards, porém, foi Bradley Beal, com 26 pontos. Foi ele que saíram nove dos 14 pontos do Washington no final do último quarto, neutralizando uma vantagem de 10 pontos que o Bulls tinha a 7 minutos do estouro do cronômetro. Graças principalmente a ele e a Nenê, o Wizards vai com a moral elevada para o terceiro jogo, sexta, em Washington.

Outro confronto equilibrado aconteceu no Canadá, onde o Toronto Raptors empatou a série contra o Brooklyn Nets em 1 a 1 depois da vitória por 100 a 95 nesta terça-feira. DeMar DeRozan fez 30 pontos, sendo 17 deles no último quarto, para ser decisivo pelo time canadense, que vai a Nova York para os dois próximos jogos, sexta e domingo.

Já o Indiana Pacers controlou o jogo a partir do intervalo para fazer 101 a 85 no Atlanta Hawks e também igualar a série em 1 a 1 jogando em casa. Paul George liderou todas as estatísticas pelo time mandante: 27 pontos, 10 rebotes e seis assistências. Saindo do banco, o argentino Luis Scola contribuiu com mais 20 pontos, mais do que qualquer jogador do Atlanta.

Nesta quarta os playoffs da NBA reservam três jogos: o Miami Heat recebe o Charlotte Bobcats para tentar fazer 2 a 0 e encaminhar a passagem, mesma situação do San Antonio Spurs contra o Dallas Mavericks. Já o Houston Rockets pega o Portland Trailblazers em casa para tenta igualar o confronto.

Leia tudo sobre: basqueteesportenbawashington wizardschicago bullsplayoffsnenebrasileiropivo