Grêmio encara San Lorenzo tentando amenizar pressão

Tricolor enfrenta o rival argentino fora de casa pelo jogo de ida das oitavas de final

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Pressionado, Grêmio quer vencer na Argentina
REPRODUÇÃO/GRÊMIO
Pressionado, Grêmio quer vencer na Argentina

O Grêmio chegou às oitavas de final da Libertadores após passar pelo "grupo da morte" com a segunda melhor campanha da competição - atrás apenas do Vélez Sarsfield. Mas o clima de paz e confiança acabou com a perda do título gaúcho para o rival Inter, com direito a goleada por 4 a 1 na segunda partida da decisão. Por isso, a equipe inicia o confronto com o San Lorenzo nesta quarta-feira, a partir das 22 horas, em Buenos Aires, precisando de um bom resultado para amenizar a pressão.

A desconfiança sobre o time gremista aumentou com a derrota na estreia do Campeonato Brasileiro diante do Atlético-PR, no último domingo, em Florianópolis. O mau momento fez com que o presidente do clube, Fábio Koff, tivesse que se pronunciar na segunda-feira, quando deu entrevista para garantir o apoio ao pressionado técnico Enderson Moreira, mas também pediu uma atitude diferente aos jogadores.

E a esperança por um melhor futebol diante do San Lorenzo tem nome: Luan. O atacante, sensação gremista na primeira fase da Libertadores, não atuou em nenhuma das partidas da decisão contra o Inter, nem diante do Atlético-PR, por conta de uma fratura na mão. Sua volta está confirmada para o jogo desta quarta-feira e é considerada como fundamental para que o Grêmio consiga um bom resultado na Argentina.

Se o ataque está reforçado, a defesa do Grêmio, a melhor da Libertadores - sofreu apenas um gol em seis jogos -, entrará em campo desfalcada. O zagueiro Rhodolfo, com um problema muscular na coxa direita, e o lateral-esquerdo Wendell, com entorse no tornozelo esquerdo, estão fora. Pedro Geromel e Léo Gago deverão ser os substitutos. O goleiro Marcelo Grohe também chegou a ser dúvida, mas deve jogar mesmo com dores na coxa esquerda.

Já o San Lorenzo vai a campo descansado, depois de poupar nove jogadores no empate por 0 a 0 diante do Newell's Old Boys, no sábado, pelo Torneio Final do Campeonato Argentino. As ausências ficarão por conta do veterano meia Romagnoli, de 33 anos, e do zagueiro Fabricio Fontanini, ambos suspensos.

Leia tudo sobre: futebolesportegremiolibertadoressan lorenzopressao