Providencial para os ajustes

Clube celeste quer aproveitar ‘folga’ para descansar, treinar e recuperar jogadores no DM

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Preparação. Willian quer usar semana para se recuperar de lesão e ficar à disposição de Marcelo
DENILTON DIAS / O TEMPO
Preparação. Willian quer usar semana para se recuperar de lesão e ficar à disposição de Marcelo

Depois de uma sequência desgastante de jogos em intervalos curtos durante 22 dias, o Cruzeiro está tendo, enfim, um período sem partidas no meio da semana para descansar e, principalmente, se preparar para os embates importantes que estão por vir. Serão quatro dias para o técnico Marcelo Oliveira trabalhar, na Toca II, as principais dificuldades apresentadas pelo time durante as partidas, como ele gosta de frisar. O recesso de jogos também será relevante para recuperar a condição física de alguns atletas, tanto para uma arrancada nessa fase inicial do Brasileirão, antes da parada para a Copa do Mundo, quanto para os duelos decisivos da competição sul-americana.

Além da série ininterrupta de compromissos em campo, os cruzeirenses tiveram que lidar com o cansaço das viagens e deslocamentos divididos entre embarques, desembarques e concentrações, no CT celeste e nos hotéis por onde a agremiação estrelada passava. Por isso, nada melhor do que uma semana de descanso para recarregar as energias e voltar com tudo nas principais competições que estão no caminho estrelado.

O atacante Willian comemorou a semana livre da qual se aproveitará a equipe celeste. “A gente jogou ontem (domingo), concentrou na sexta-feira e voltou para Belo Horizonte na segunda-feira à noite. Dá para ver que é cansativo. Mas temos uma semana para nos prepararmos bem. Vamos focar no jogo de domingo”, disse o jogador.

O volante Nilton também considera que o recesso de partidas veio em uma boa hora para os jogadores cruzeirenses. “Teremos um descanso merecido. Dá para fazer os treinos e fazer uma boa preparação para os jogos que estão por vir”, afirmou o camisa 19.

A parada proporcionará ainda mais tempo para o departamento médico do Cruzeiro conseguir recuperar atletas importantes que entraram recentemente no local. O caso mais preocupante é do atacante Dagoberto, que sofreu um estiramento muscular na coxa direita e não tem previsão de retorno.

O meia-atacante Ricardo Goulart, poupado das últimas duas partidas por desgaste muscular, fez tratamento e não deve ser problema. Por fim, o atacante Willian, com uma entorse no tornozelo direito sofrida contra o Bahia, já iniciou o tratamento para voltar a ficar à disposição do time.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave