Empresa assume concessão da BR–040 até Brasília

Serão 30 anos de administração de 936 km; via terá dez praças de pedágio, a R$ 3,20 cada

iG Minas Gerais | Bernardo miranda |

Na saída da capital, rodovia é palco para constantes engarrafamentos
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Na saída da capital, rodovia é palco para constantes engarrafamentos

O Consórcio Invepar assumiu nessa terça a administração da BR–040 entre Juiz de Fora, na Zona da Mata, e Brasília (DF). A empresa foi a vencedora do leilão de concessão da rodovia após oferecer o menor preço de pedágio, que será de R$ 3,20 em cada uma das dez praças a serem implantadas ao longo dos 936 km da concessão. A partir de agora, a Invepar terá cinco anos para duplicar os trechos da rodovia que ainda são de pistas simples. No total, serão duplicados 557 km. A empresa só poderá iniciar a cobrança de pedágio após concluir 10% das obras. Porém, como O TEMPO mostrou nessa segunda, a concessionária poderá cobrar o valor ao longo de toda a rodovia, mesmo nos trechos que ainda não tiverem recebido melhorias. Como as intervenções devem ter início pelo Estado de Goiás, os mineiros devem começar a pagar o pedágio antes mesmo da duplicação. Pedágios. Do total de dez praças de pedágio, nove serão em Minas – três delas entre Belo Horizonte e Juiz de Fora, que deve ser o último trecho a ser contemplado com a duplicação. Segundo o cronograma de obras, no primeiro ano da concessão, não deve ser concluído nem 1% das duplicações. Já no segundo ano de contrato, a empresa terá que entregar pelo menos 19,6% das obras. No terceiro ano, serão 46%; e, no quarto, 73,2% até concluir tudo após cinco anos. Entre os gastos de duplicação e operação da rodovia, a concessionária deverá investir cerca de R$ 10 bilhões. O prazo de concessão da rodovia será de 30 anos, e a estimativa é que o consórcio arrecade nesse período cerca de R$ 25 bilhões. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do consórcio Invepar para saber o cronograma de obras e qual a previsão para a cobrança de pedágio ao longo das dez praças previstas no contrato, mas não havia obtido retorno até o fechamento desta edição. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave