Sem lesão, Renato Augusto faz tratamento especial

Meia segue fazendo fisioterapia e ainda corre com dificuldades por causa das dores no joelho direito

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Corinthians, de Renato Augusto, quer vencer o Flu para se manter na briga pela liderança
ESTADÃO CONTEÚDO
Corinthians, de Renato Augusto, quer vencer o Flu para se manter na briga pela liderança

O meia Renato Augusto ainda não sabe se estará à disposição do técnico Mano Menezes para enfrentar o Flamengo no domingo, na despedida corintiana do Pacaembu. Mas está mais tranquilo sobre as dores no joelho direito. Examinado nesta terça-feira por Joaquim Grava, médico responsável pela cirurgia no local, ele ouviu que não há necessidade de passar por uma nova operação.  Consultor médico do Corinthians, Joaquim Grava esteve no CT do Parque Ecológico para conversar com o meia. Renato Augusto estava bastante abalado psicologicamente com a possibilidade de o inchaço no joelho ser mais grave e ele ter de se submeter a nova intervenção cirúrgica, o que já foi descartado. O jogador continuará fazendo tratamento no local e evitará esforço. O inchaço apresentado no sábado já diminuiu, assim como as dores. Mas a precaução segue sendo grande e Renato Augusto só irá para campo quando estiver 100% recuperado. Desde sua cirurgia, o meia faz trabalho diferenciado de fisioterapia e, apesar de não perceber, corre mancando. Foi assim também com o atacante Liedson. Os médicos, garantem, contudo, que isso não interfere no desempenho. Sem o armador, que era uma de suas esperanças para o Corinthians ter um bom início no Brasileirão, Mano Menezes optou por Petros e se surpreendeu. A estreia no jogador, no empate por 0 a 0 com o Atlético Mineiro, foi acima da média e todos agora não querem correr contra o tempo para promover a volta de Renato Augusto. Apesar disso, a direção está recebendo forte cobrança para que Renato Augusto esteja em campo ou seja negociado. O armador garante que essa vai ser sua temporada de respostas positivas. Terá de começar a comprovar as palavras rápido, já que praticamente em quatro meses nada fez no Corinthians.

Leia tudo sobre: Renato Augustofutebolmeio-campoCorinthiansTimãolesão