Infiéis preferem sexo com amante, mas para dormir elegem parceiro fixo

Perguntados, ainda, sobre uma possível ruptura com o par fixo para assumirem os amantes, 69% das pessoas disseram que não pensam em deixar o companheiro(a)

iG Minas Gerais | Da Redação |

É o que dizem os especialistas, depositários de confissões íntimas
Divulgação
É o que dizem os especialistas, depositários de confissões íntimas

Um levantamento mostrou que a maioria das pessoas infiéis preferem sexo com o amante, mas, na hora de dormir, escolhem o parceiro fixo. A análise foi obtida pelo site de encontros Victoria Milan, que ouviu 4.658, entre mulheres e homens. Quando questionados, 76% dois infiéis declararam essa preferência.

Perguntados, ainda, sobre uma possível ruptura com o par fixo para assumirem os amantes, 69% das pessoas disseram que não pensam em deixar o companheiro(a), e 85% asseguraram que nunca considerariam o(a) amante como candidato a se tornar parceiro fixo. A maioria disse, ainda, que a ideia do 'caso' é apenas para recuperar a paixão, ou por diversão.

Em números, 42% dois infiéis justificaram a exclusão do(a) amante enquanto novo parceiro, ainda, dizendo que não querem outro companheiro(a), enquanto 3% reafirmaram que só estão atrás de sexo, nada mais. Além disso, 11% explicaram que sexo não é suficiente para formar um casal, e 9%  disseram que "não é fácil encontrar alguém para se conectar além do plano sexual".

Na hora de listarem razões para a preferência de se manterem com o atual parceiro, eles falaram de segurança (35%), amor (29%), estabilidade (19%), família (12%) e felicidade (5%).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave