Gabriel García Márquez deixou manuscrito inédito, afirma editor

Ainda segundo ele, não se sabe se a família permitirá a publicação póstuma do texto nem qual editora teria o direito de lançar "En Agosto Nos Vemos"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Memória. Na cidade natal do escritor, haverá sepultamento simbólico
Eduardo Verdugo
Memória. Na cidade natal do escritor, haverá sepultamento simbólico

O escritor colombiano Gabriel García Márquez, morto na semana passada aos 87 anos, deixou um manuscrito inédito, afirmou nesta terça-feira (22) o editor Cristóbal Pera.

De acordo com Pera, diretor editorial da Penguin Random House México, García Márquez optou em vida por não publicar o livro provisoriamente intitulado "En Agosto Nos Vemos".

Ainda segundo ele, não se sabe se a família permitirá a publicação póstuma do texto nem qual editora teria o direito de lançá-lo.

Um trecho do livro foi publicado pelo jornal catalão La Vanguardia. Trata-se aparentemente do capítulo de abertura. O texto narra a viagem de uma mulher que todos os anos visita o túmulo de sua mãe em uma ilha tropical.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave