'Acima da média', Ganso se vê fora da seleção na Copa

Após atuações irregulares no ano passado, jogador se firmou com a camisa do São Paulo

iG Minas Gerais | Agência Estado |

São Paulo, de Ganso, ficou no grupo mais fácil da competição
Gaspar Nóbrega/VIPCOMM
São Paulo, de Ganso, ficou no grupo mais fácil da competição

Paulo Henrique Ganso vive um momento de relativa tranquilidade no São Paulo. Sempre muito cobrado para ser o grande condutor da equipe em campo, ele tem conseguido ser mais participativo e foi um dos destaques da equipe na vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo no último domingo, no Morumbi, com direito a uma assistência para Luis Fabiano marcar. No entanto, nem mesmo as últimas boas atuações são capazes de dar ao meia o sonho de fazer parte da lista de Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo. Sem ter nunca ser convocado pelo treinador e sem chances com a camisa amarela desde os Jogos Olímpicos de Londres, ele reconhece que não tem chances de fazer parte do grupo. "Por tudo o que aconteceu dentro e fora de campo, as chances são mínimas. Vou assistir (a convocação) para ver quem serão as pessoas que irão representar o nosso País", disse o jogador. Felipão convoca a seleção para o Mundial no dia 7 de maio e a chance de Ganso estar na lista de 23 nomes é praticamente nula. O meia não conta nem mesmo com a chance de fazer parte do grupo de sete jogadores da "lista de espera" que podem ser chamados em caso de alguma lesão, como aconteceu em 2010. Além dos altos e baixos em campo, Ganso sofreu também com problemas particulares que afetaram seu desempenho. No entanto, ele coloca a modéstia de lado ao falar de si mesmo e acredita que não deixa a desejar a nenhum outro concorrente da posição. "Não vejo nenhum acima da média como eu. Sempre fui acima da média e procuro mostrar isso dentro de campo", disse o jogador.