Buscas aéreas por avião sumido são suspensas nesta terça

Na programação original, até 10 aviões vasculhariam uma área de 49.500 quilômetros quadrados na tentativa de localizar fragmentos da aeronave na superfície do oceano

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Na foto, o Boeing B777-200, semelhante à aeronave que desapareceu entre a Malásia e a China
INTERNET/REPRODUÇÃO
Na foto, o Boeing B777-200, semelhante à aeronave que desapareceu entre a Malásia e a China

A equipe responsável por procurar o Boeing 777 da Malaysia Airlines suspendeu a busca aérea desta terça-feira por causa das más condições climáticas.

Na programação original, até 10 aviões vasculhariam uma área de 49.500 quilômetros quadrados na tentativa de localizar fragmentos da aeronave na superfície do oceano.

Os navios de busca continuarão as operações. O submarino não tripulado responsável por vasculhar o leito do Oceano Índico também permanece na nona missão de 16 horas, informou a Agência e Centro de Coordenação Conjunta.

O voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu quando percorria o trecho de Kuala Lumpur a Pequim em 8 de março, com 239 pessoas a bordo.

Até o momento, a operação de resgate obteve numerosas pistas, mas todas se mostraram falsas.

O acontecimento mais promissor foi a captação de quatro sinais no mar no início de abril. Os sons são consistentes com o barulho emitido por caixas-pretas.

Leia tudo sobre: buscasaviãosumidoMalásia