Festival reúne pianistas em BH

Pianofest traz oito dias de concertos e recitais à capital mineira

iG Minas Gerais | Lucas Buzatti |

A russa Olga Kiun é uma das atrações da segunda edição do evento
Carlos Weiner
A russa Olga Kiun é uma das atrações da segunda edição do evento

Em 2013, Belo Horizonte foi agraciada por uma iniciativa única na América do Sul: um festival inteiramente dedicado a concertos e recitais de piano. Batizado de Pianofest, o evento promove sua segunda edição entre hoje e o dia 30 de abril, no Conservatório da UFMG e em outros três teatros da cidade.

“surgiu das minhas experiências no exterior. Vi que não tínhamos nada parecido por aqui e quis preencher essa lacuna”, conta o pianista Ederson Urias, idealizador do projeto. O músico ressalta que, neste ano, o festival terá novidades. “Além de os solitas serem do mais alto nível, abriremos a programação com o ciclo Beethoven completo, algo inédito em Belo Horizonte” afirma Urias, referindo-se aos cinco concertos do compositor alemão a dois pianos, que acontecem hoje e amanhã, no Conservatório da UFMG. O Pianofest

Os concertos de Beethoven terão a presença dos solistas brasileiros Patrick Rodrigues, Daniel Burlet, Eduardo Hazan, Patrícia Glatzl e Silas Barbosa.

Nos dias 24 e 26 é a vez dos recitais da russa Olga Kiun e do mineiro Luiz Gustavo Carvalho, respectivamente. A programação do Pianofest também celebrará o bicentenário de Aleijadinho com o recital de fortepiano do cravista Antônio Carlos Magalhães, que vai tocar obras do período barroco no dia 27 de abril.

O duo dos professores da Escola de Música da UFMG Heron Alvin e Júnia Canton é a atração do dia 28. Para o encerramento, no dia 30, o Pianofest reserva um concerto especial. A Orquestra de Câmara Opus interpretará obras de Mozart, Bach e Haydn acompanhada dos pianistas solistas Álvaro Siviero, Ederson Urias e Silas Barbosa.

Para Álvaro Siviero, a escolha do concerto final foi acertada. “O piano é um instrumento diferente. É o único que faz sozinho melodia e acompanhamento. Por isso, acho incrível que o festival termine com uma apresentação orquestral, que mostra essa dimensão sinfônica do piano”, argumenta o músico.

Siviero ressalta, ainda, a importância de o Pianofest acontecer na capital mineira. “Descentralizar a cultura com um evento desse porte é uma iniciativa louvável. Coloca BH na vanguarda. Afinal, estamos falando de uma capital das mais pungentes do Brasil”, defende eke, que adianta: “Estamos preparando uma terceira edição do festival para dezembro”.

Agenda

O QUÊ. Abertura do Pianofest II Concerto Nº 3 em Dó Menor Op. 37 – solista Eduardo Hazan. Concerto Nº 5 em Mi Bemol Maior Op. 73 – solista Silas Barbosa. Pianista acompanhadora Priscila Bonfim

QUANDO. Hoje, às 19h

ONDE. Conservatório da UFMG (av. Afonso Pena, 1.534, centro)

QUANTO. R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave