Sobe para 104 número de mortos na Coreia do Sul

Outras 198 pessoas permanecem desaparecidas; acidente aconteceu nessa quarta-feira, quando a balsa Sewol seguia para a ilha Jeju

iG Minas Gerais | Da redação |

A contagem de mortos após o naufrágio na Coreia do Sul subiu para 104, segundo funcionários da Guarda Costeira, sendo que outras 198 pessoas permanecem desaparecidas.

A presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, disse nesta segunda-feira (21) que o capitão e alguns membros da tripulação do navio que naufragou na quarta-feira passada na costa do país com cerca de 400 pessoas a bordo tiveram um "comportamento imperdoável, assassino". Inicialmente, o capitão Lee Joon-Seok disse aos passageiros que eles deveriam permanecer em seus quartos e esperou mais de meia hora para emitir um alerta de retirada.

O ritmo de resgate dos corpos se acelerou nos últimos dias, uma vez que os mergulhadores finalmente conseguiram entrar na embarcação. Depois que os corpos são tirados da água, policiais e médicos procuram por formas de identificação e tomam notas sobre aparência, roupas e qualquer marca. Os corpos têm sido identificados visualmente, mas familiares têm providenciado amostras de DNA para auxiliar no processo.

A causa do desastre ainda não é conhecida, mas procuradores disseram que o navio fez uma forte curva antes de começar a se inclinar. O capitão disse que não estava na cabine neste momento.

Os esforços de busca nesta segunda incluíram mais de 200 barcos de resgate, 35 aviões e 13 barcos de pesca. Ao todo, 641 pessoas estavam envolvidas, sobretudo da guarda costeira e da marinha.

Leia tudo sobre: coreiamortosbalsaacidente