Idosa é encontrada morta estuprada e estrangulada em Passos

De acordo com a Polícia Militar (PM) não há sinais de arrombamento na residência e a motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Uma idosa de 67 anos foi encontrada morta dentro de casa na manhã desta segunda-feira (21) com sinais de estrangulamento e após ter sido estuprada em Passos, no Sul de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar (PM) não há sinais de arrombamento na residência e a motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas.

Maria Célia de Jesus foi encontrada por uma irmã dela que mora ao lado da casa da vítima. Ela foi chamar a idosa para tomar café, como Maria não respondeu, a irmã pulou uma janela entrou na casa e encontrou a idosa morta no quarto onde ela trabalhava como costureira. A suspeita da polícia é que os criminosos tenham entrado por essa janela para cometer o crime.

De acordo com a polícia, a mulher estava apenas com a parte de cima da roupa. O pescoço dela também estava machucado. Exames feitos pela perícia da Polícia Civil constatam que a mulher tinha sido estuprada. Mostraram também que ela chegou a arranhar o suspeito já que havia pedaços de pele e sangue nas unhas da idosa.

Segundo a PM, um dos cômodos da casa estava completamente revirado, no entanto, familiares não sentiram falta de nada. A idosa foi vista pela última vez na tarde desde domingo (20). Familiares afirmaram que ela não tinha inimigos e que não sabem quem possa ter cometido o crime.

A polícia ainda não tem informações sobre a autoria e motivação do crime, no entanto, segundo os militares, ela tem dois irmãos que estão presos por causa de tráfico de drogas, ambos cumprem pena no Presídio de Passos.

A polícia está fazendo buscas na cidade afim de encontrar os suspeitos de matar a costureira. Os hospitais da região também foram informados que devem informar à PM caso atendam algum paciente com arranhões. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave