Ataque contra Al-Qaeda no Iêmen deixa 55 mortos

Três líderes importantes da Al-Qaeda foram mortos, mas não há detalhes, até porque os corpos ainda estão sendo identificados

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Sanaa, 21/04/2014 - O Ministério do Interior do Iêmen disse nesta segunda-feira (21) que 55 militantes da Al-Qaeda foram mortos em uma série de ataques a campos de treinamento operados pelo grupo terrorista no sul do país. Segundo o comunicado, três líderes importantes da Al-Qaeda foram mortos, mas não há detalhes, até porque os corpos ainda estão sendo identificados. Moradores locais identificaram um dos líderes mortos como Munnaser al-Anbouri.   A operação, que começou no domingo, deve ter contado com a participação de aviões não tripulados (drones) dos EUA. O alvo eram campos de treinamento na Al-Qaeda na região montanhosa de Mahfad, entre as províncias de Abyan, Shabwa e al-Bayda. Os EUA consideram o braço do grupo terrorista no Iêmen o mais ativo do mundo.   

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave