Primeira eliminatória do Maria Lenk já tem três índices

Torneio iniciou nesta segunda-feira, em São Paulo, e brasileiros se destacaram nas eliminatórias

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Jessica Cavalheiro defendeu as cores do Fluminense no ano passado
SATIRO SODRE
Jessica Cavalheiro defendeu as cores do Fluminense no ano passado

O Troféu Maria Lenk começou nesta segunda-feira, no Parque Aquático do Ibirapuera, e a volta a São Paulo depois de 14 anos parece ter feito bem à natação brasileira. Nas quatro provas das eliminatórias, realizadas nesta manhã, já foram alcançados três índices para o Pan-Pacífico, principal competição internacional da temporada, que vai acontecer em agosto em Goald Cost, na Austrália.

E o destaque ficou com a natação feminina. Etiene Medeiros, do Sesi, fez o melhor tempo da carreira nos 100m costas, com 1min00s77, e finalmente quebrou a barreira do 1min01s, aproximando-se do recorde do campeonato, de Fabíola Molina, que nadou para 1min00s59 em 2009, ainda com trajes tecnológicos.

"Esta é a principal competição do primeiro semestre e o objetivo era baixar casa do 1min01s e foi atingido. Tentei ano passado e não consegui por um centésimo. Estou treinando muito e fico feliz com o tempo alcançado hoje (segunda). Agora é quebrar a barreira do minuto e isso vai vir naturalmente. O brasileiro é ambicioso, eu também sou ambiciosa, mas tenho os pés no chão", comemorou Etiene, a 14.º do ranking mundial da prova.

Os outros dois índices vieram nos 200 metros livre para os homens, com João de Lucca (1min48s30), que estreia pelo Pinheiros depois ser bicampeão da NCAA (liga universitária norte-americana), e Nicolas Oliveira (1m47s45), do Minas Tênis Clube.

"Estou indo para o meu terceiro Pan-Pacífico. O tempo que eu pretendia fazer era esse mesmo, mas acredito que devo melhorar à tarde. Quero chegar na casa dos 1min46s na final", apontou Nicolas, que volta a nadar a partir das 17h, quando serão disputadas as finais. O tempo dele também é correspondente ao 14.º do mundo.

A etapa da tarde do Maria Lenk terá ainda finais dos 200m livre no feminino e dos 100m costas no masculino, que tiveram Jessica Cavalheiro e Thiago Pereira, ambos do Sesi, como mais rápidos da manhã. Para fechar o dia, a prova rápida dos 1.500m para mulheres, com expectativa de disputa entre Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha pelo índice e pelo recorde brasileiro.

Leia tudo sobre: nataçãomaria lekibirapueratrofeu