Estreia com boas lembranças

Partida marcará o encontro entres os campeões mineiro e baiano e haverá troca de faixas

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Carnaval na Bahia. No dia 13 de novembro do ano passado, o Cruzeiro comemorava título em Salvador, após vencer o Vitória
DOUGLAS MAGNO/13.11.2013
Carnaval na Bahia. No dia 13 de novembro do ano passado, o Cruzeiro comemorava título em Salvador, após vencer o Vitória

Dia 20 de abril de 2014. O Cruzeiro está de volta a Salvador, local que traz ótimas recordações para a nação estrelada. Há pouco mais de cinco meses, no inesquecível dia 13 de novembro de 2013, a Raposa vencia com propriedade o Vitória, por 3 a 1, e assegurava a conquista do seu tricampeonato brasileiro. A confirmação do caneco rendeu uma bela festa no gramado e nas arquibancadas, além dos aplausos de pé dos torcedores rubro-negros presentes no Barradão.

Curiosamente, outro evento festivo marcará o retorno celeste ao território baiano. No encontro de hoje entre Bahia e Cruzeiro, às 16h, na Arena Fonte Nova, na estreia dos dois clubes no Campeonato Brasileiro, haverá, antes de a partida começar, a troca de faixas entre o campeão baiano e o campeão mineiro. E é justamente a partir das belas recordações proporcionadas pela Boa Terra que a agremiação estrelada inicia a sua caminhada para defender o título da competição.

“As recordações são boas. Lá, nós comemoramos o título do Campeonato Brasileiro, com uma boa vitória. Naquela oportunidade, o jogo foi contra o Vitória, e agora vamos iniciar a competição enfrentando o campeão baiano, que vem de trajetória muito boa. Nós vamos fortes pra esse jogo”, declarou o técnico Marcelo Oliveira.

Apesar de ser apenas a estreia cruzeirense na disputa, o treinador ressaltou a importância de se conquistar pontos em todas as rodadas. “Apesar de a competição ser longa, todos os jogos são sempre decisivos. Estamos ligados para essa partida e mobilizados para fazer um ótimo jogo”, afirmou.

O volante Tinga, que começará a partida contra o tricolor baiano, afirma que a responsabilidade do Cruzeiro nesta temporada é ainda maior. “Primeiro por defendermos o título, pois somos os atuais campeões e a responsabilidade é grande. Mantivemos um grupo de qualidade e chegaram reforços. Então, temos a obrigação de jogar o campeonato buscando o título. Na primeira rodada, está todo mundo igual, mas aí você a gente já tem que pensar no primeiro lugar”, disse o jogador.

No ano passado, pelo primeiro turno, a Raposa venceu o tricolor baiano, na Arena Fonte Nova, por 3 a 1.

Favoritismo

“A responsabilidade é grande por defendermos o título, pois somos os atuais campeões brasileiros. Mantivemos um grupo de qualidade e chegaram reforços. Por isso, temos a obrigação de jogar o campeonato brasileiro buscando o título.”

Tinga - Volante do Cruzeiro

Retrospecto

40 vezes se enfrentaram Bahia e Cruzeiro pelo Brasileirão

24 vitórias obteve a Raposa, contra nove derrotas e sete empates

2 a 1 triunfo dos baianos no Mineirão, no último confronto entre eles

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave